Paissandu 0 x 1 Botafogo: Três importantes pontos

Três pontos a comentar sobre a estreia do Botafogo na Série B, diante do fraquíssimo Paissandu:

1) René tem que mexer no ataque. Bill não pode ser titular.  É preciso testar Sassá, ou mesmo Henrique, no lugar de um centroavante imóvel, de pouquíssimo recursos técnicos, que obriga o time a jogar pelo alto.  Na criação de jogadas, o fraco Diego Jardel foi engolido por 30 minutos de bom futebol, com lucidez e técnica, a cargo de Daniel Carvalho.

2) Fernandes e Arão apoiaram com objetividade e perigo, em especial no primeiro tempo. São duas boas opções para criação de jogadas ofensivas. Aliás, sobre o Fernandes, vale destacar: se for bem orientado e a torcida tiver paciência, pode se tornar um grande jogador – visão diferenciada e técnica acima da média ele já provou que possui.

3) Mattos, muito fraco como primeiro volante. Renan Fonseca, apesar de esforçado, tem a mesma intimidade com a bola que eu tenho com as regras do beisebol. Carleto só acertou o cruzamento do gol e Gilberto decepcionando no apoio – ambos fraquíssimos na marcação. Mas as limitações da defesa, diante de adversários fracos, preocupam menos do que a inoperância do ataque.

No mais, o que importa é ter consciência que jogamos mal. E, mesmo assim, conseguimos ganhar três pontos. Se tiver que ser assim, que seja desse jeito até o fim.

PS: O filho do Daniel Carvalho pediu para o pai voltar a jogar. Quando o filho do Bill vai pedir para o pai parar de jogar?

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s