Palmeiras 0 x 2 Botafogo: Esboços de personalidade

O jogo já estava nos acréscimos do segundo tempo quando Zeballos pegou a bola ainda no campo do Botafogo e disparou. Eram dois, ele e Emerson, contra um zagueiro palmeirense. O Sheik pediu a bola. Pediu de novo. Mas o paraguaio decidiu seguir em frente e esperou a saída do goleiro para tocar para o fundo das redes e decretar a vitória alvinegra.

O lance simbolizou o que houve de mais marcante na partida disputada em Presidente Prudente: algumas demonstrações de personalidade por parte dos jogadores do Botafogo. Em momentos decisivos, essas demonstrações garantiram os surpreendentes três pontos depois de uma sucessão de partidas terríveis.

O chute certeiro de Bolatti, que vinha tendo uma atuação apagadíssima, foi uma marca de personalidade. Idem o incansável ímpeto de destruição do sobrecarregado Aírton, que teve mais uma atuação consistente e tem se afirmado como o mais regular dos volantes alvinegros na temporada. E também Renan, enfim com uma atuação segura e com intervenções precisas. E, claro, Emerson, disparado o jogador de nível técnico mais elevado do elenco alvinegro, capaz de infernizar zagueiros dentro e fora de campo – sua declaração expondo a homofobia de Lúcio foi um gol de placa.

É personalidade que está faltando a Wallyson, de novo apenas um mero espectador da partida, sonolento, frouxo e inoperante. E, em vários momentos, tem faltado para Bolívar e para Lucas: ambos já ofereceram muito mais ao Botafogo do que o futebol atualmente apresentado.

Personalidade, eis o segredo para a vitória na noite de quarta-feira. Podem chamar também de vergonha na cara que também vai fazer sentido. Uma vitória importantíssima para estancar a hemorragia de pontos que nos acometeu desde a goleada em cima do Criciúma.

 

 

Anúncios

2 Respostas para “Palmeiras 0 x 2 Botafogo: Esboços de personalidade

  1. O Botafogo é aquela coisa, adora nos contrariar: é só pensar “agora é nossa vez, ninguém segura” e tome balde de água fria na cabeça. É só dizer “chega, pra mim já deu”, e lá vem uma vitória inesperada para proporcionar uma sobrevida à nossa fé.

  2. Edilson e Bolatti são brincadeiras de criança na marcação…Precisa acertar aquele meio campo ali!!!! O miolo de marcação dos laterais e do meio de campo,não existe!!! Que problemão!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s