Botafogo 2 x 1 flamengo: Unidos vencemos

Vitória em cima do maior rival.

Vitória de virada em cima do maior rival.

Vitória de virada em cima do maior rival com grande atuação de Seedorf.

botafogonomengo2

Vitória de virada em cima do maior rival com grande atuação de Seedorf e tendo Rafael Marques como o maior nome do jogo.

botafogonomengo1

Tem vitórias que são mais importantes – e saborosas – do que outras.

Sobre o jogo:  não tivemos uma grande atuação. Nosso primeiro tempo, até o primeiro gol, foi simplesmente lamentável, com lentidão e inoperância ofensiva. Mas depois que Seedorf fez a diferença e, mesmo depois de tomar uma pancada do Elias e mesmo sentado, deu um passe perfeito para Gegê abrir o nosso marcador, o Botafogo enfim entrou em campo e teve, naqueles minutos finais do primeiro tempo, o seu melhor momento na partida.

botafogonomengo3

A zaga alvinegra foi diversas vezes envolvida pelo ataque rubro-negro, com seguidos erros de posicionamento.  O meio-de-campo oscilava muito. Sem contar mais uma atuação medíocre do Alex, que não conseguiu ganhar uma jogada.

Aí veio o segundo tempo. O jogo ganhou em emoção, com chances reais para ambos os lados. Seedorf e Rafael Marques se agigantaram, e as duas inversões de bola que eles protagonizaram, com a conclusão na trave do RM, foi uma das jogadas mais bonitas do campeonato. O gol não veio ali, mas veio logo depois, graças a um passe preciso do Gegê e à antecipação do RM, nosso homem-clássico.

Aí, meus amigos, com a vantagem no placar, o time recuou. E o coração foi parar na palma da mão. Foi quando brilhou a estrela do Renan. Duas grandes defesas, mais a sorte de uma bola na trave e outra que foi defendida, com uma calma impressionante, por Rafael Marques que, em cima da linha, salvou o que seria o gol de empate dos urubus. Houve outras bolas que passaram muito perto, e valeu mais o sentimento de união do que propriamente a técnica, ainda mais naqueles intermináveis minutos finais, quando o fantasma de um novo 2×2 tentou novamente nos assombrar.

botafogonomengo4

Melhores em campo? Seedorf, Rafael Marques, Gegê, Renan. Também gostei do Renato, no 20 tempo. Achei que o Hyuri, em poucos minutos, foi mais produtivo do que Henrique e Alex juntos. E gostei também da atuação do Oswaldo, ao bancar o Gegê e ao sacar Henrique e Alex, ao perceber que ambos não renderam o que ele esperava.

Um jogo apenas razoável. Mas uma vitória importantíssima, e não só pelo fato de ter brecado a ascensão do rival e implodido o tal do tabu do Brasileirão. Mas por trazer de volta a confiança necessária para a reta final da competição, a confiança de quem só oscila na parte de cima da tabela, a confiança de quem está com aproveitamento incrível em clássicos na temporada 2013.

Unidos vencemos. Unidos, continuaremos a vencer.

 

 

Anúncios

6 Respostas para “Botafogo 2 x 1 flamengo: Unidos vencemos

  1. Jogo fraco. Comentarista péssimo (Edinho). Nervos a flor da pele. Final feliz.
    No jogo de xadrez de hoje o mestre holandês deu uma bela exibição. E olha que ele comanda um time que entra em campo com uma peça de ataque a menos. Talvez um cavalo.
    Com movimentos precisos e dissimulados nas belas viradas de jogo, o Seedorf comandou mais uma vitoria.
    Uma leve superioridade, mas com um sabor bem especial.
    Sensação gostosa de ver os urubus reverenciando o Renan e tirando fotos.
    Alguém viu???

  2. Beleza, dessa vez a vitória veio. Eu, que já me preparava para assistir a mais um empate em 2 a 2 contra o Urubu e, pior, tomando gol no fim, surpreendi-me. Valeu. Mas alguém, alguma alma bondosa, poderia me dizer quem falou para o Alex e o Henrique tentarem ser jogador de futebol na vida ? Que mau conselho ! O Bruno Mendes, sentando no banco para esses dois, deve estar pensando quantas pedras atirou na cruz para merecer tal provação.

  3. Diria um certo repórter em espanhol quando no basquete faz a jogada do cesta e falta: Vale? Recontra vale!!(Fabián Pérez da Tyc Sports)
    Foi isso que a vitória teve ontem e se de casa a vitória foi gostosa e sensacional, o que falamos de quem esteve ontem no Maraca? Acabei sabendo que as torcidas, teve torcida suspensa voltando só ano que vem, teve torcida que vai voltar com material em outro jogo, e muito mais! E tiveram que ir na base do Gogó para empurrar até o final o time!
    E depois do 2 a 1, era outro jogo…tivemos 2 jogos em 1 jogo só!!! Haja sufoco, emoção e vitória a vista!!!
    E é como falei no blog: “É o clássico que o Botafogo precisava e até pra mandar recado em que tinha jogado a toalha antes da hora principalmente, a tal resposta que precisava nesse momento e até para jogar e se superar pelo o Oswaldo de Oliveira também.”
    Agora na quarta é o Vitória e até acho que tem jogador que deveria ser poupado, nosso papo é Libertadores!!!
    Abraço
    E ontem foi o clássico do “vamos queimar minha língua”, fizeram Renan e o Rafael Marques que foram importantes para o jogo!
    E to falando que as Hashtags dão azar no mais estilo Ninguém Cala de 2013….e ninguém me dá crédito e ninguém me fala nada hahahahahahahahahahaha
    Igor(@igorsausmikat)
    Meu blog de esportes: http://igoresportes.blogspot.com.br/ e no twitter o blog é o @blogdoigor05
    E nada melhor como começar a semana assim!

  4. Uma vitória sensacional!
    E o torcedor botafoguense, tradicionalmente em menor número contra os molambos — esse eterno medo do confronto fora do estádio –, desta vez com uma atípica inferioridade numérica “esmagadora”, “esmagou” a “maior torcida calada do Brasil” “no gogó”, como disse o comentarista acima.
    “FOGO EU TE AMO”
    “O MEU SANGUE FERVE POR VOCÊ!!!”
    Saudações botafoguenses!

  5. Marcelo,

    É simplesmente MARAVILHOSO calar a maior torcida calada do mundo!
    É MARAVILHOSO, no dia 13, no ano de 2013, quase 13 anos (completaria 13 anos no dia 31 de dezembro – 13 ao contrário) de muitos empates, ganhar da MULAMBADA, com gol do Rafael Marques (13 letras) o MITO!
    O Mito merecia aquele gol que explodiu na trave!

    Não costumo ir aos jogos, contra os marginais, com a Gloriosa. Levo e só visto dentro do estádio. Ontem, a euforia foi tanta que saí com ela. Eu e o amigo Luiz DoCarmo.

    Gegê jogou bem. Nego Lindo Seedorf e RM jogaram muito bem. Gegê com um gol (acho que se fosse qualquer outro atacante não faria) e passe para outro. Seedorf com aquelas inversões e lançamentos. RM correndo o campo todo. Tirou uma bola quase em cima da linha fatal com o Renan vencido.

    Agora o esgoto da Gávea, lixo, não ganha do Glorioso Botafogo há três anos no CB. A nossa última derrota (1 a 0, gol de Paulo Sérgio), foi em 14 de julho de 2010, antes até da reforma do Maracanã.
    Naquela semana o esquartejador foi preso e o Marcelo Lomba fechou o gol!

    Que os jogadores joguem como nunca na partida da Copa do Brasil! Precisamos eliminar, pela segunda vez no ano, os Cathartiformes, esgoto da Gávea, lixo, de uma competição!

    Abs e Sds, Botafoguenses!!!

  6. A vitória de ontem me fez lembrar os 2×1 que o Botafogo, aqui da Paraíba, impôs ao todo-poderoso flamengo, de Raul, Andrade, Zico, Junior, Leandro e outros cobras, em 1980 em pleno Maracanã, também de virada, com gols inesquecíveis de Zé Eduardo e Soares e um melancólico gol do chamado “galinho de Quintino”.
    Marcelo e Enilson Sales que estavam começando a torcer pelos Botafogos vibraram intensamente e João Pessoa virou uma festa só.
    Vale a pena recordar até porque naquele ano o rubro-negro foi campeão brasileiro e, pasmem, campeão do mundo!
    Mas apanhou do Botinha paraibano em pleno Maracanã…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s