Botafogo 1 x 1 flamengo: Da irritação ao alento

Não fosse por uma defesa estupenda de Jefferson, de puro reflexo em chute de Carlos Eduardo, o Botafogo teria pago caríssimo por não fazer a necessária leitura emocional do adversário. O rival veio com tudo pra cima, ganhando todas as divididas e alugando o meio-de-campo, por dois motivos: 1) Sabe que a Copa do Brasil é a última chance de algo positivo esse ano; 2) Estava mordido pelo pedido de demissão do Mano, que sapateou em seus comandados ao abandonar o barco.

O time da Gávea fez um gol, e poderia ter feito outro não fosse o nosso goleiro, em mais uma intervenção dificílima e que foi fundamental para viramos em desvantagem mínima. Deu uma irritação danada ver o outro time crescer na base da superação, graças à inoperância de nosso meio-de-campo.

Mas, no segundo tempo, o Botafogo mudou – e para muito melhor. Conseguiu controlar a partida ao demonstrar segurança defensiva (Dankler subiu de produção), avançar a marcação e dominar o meio-de-campo. Foi quando cresceram de produção Seedorf, Gabriel, Mattos e, em especial, Hyuri, que se mostrou bem à vontade, correndo bastante na faixa lateral e responsável por dois passes primorosos (logo ele, tão criticado por ter sido fominha contra o Bahia): um para o gol do Edilson, outro para uma conclusão fraca do holandês, Se Lodeiro tivesse também subido de produção e o Rafael Marques não tivesse falhado na hora de finalizações, dava para ter virado o placar – e teria sido muito justo.

O mais importante, porém, foi perceber na segunda etapa a volta da vibração, do espírito aguerrido e, mais importante ainda, da capacidade de controle da partida. E houvesse um pouco mais de inspiração de Octavio e menos frustração nos pés do Alex, a vitória teria sido alcançada.

edilson1

Agora, um breve comentário sobre Edilson: está provado que o rapaz tem estrela – a bola que chutou, desviou na zaga rubro-negra e balançou as redes. Quando ataca, continua sendo eficiente válvula de escape. Mas, na marcação, meu Deus!, ele continua a oferecer espaços generosos para os adversários – foi assim contra o Bahia, foi assim de novo nessa quarta-feira. Que Gilberto volte logo a ser titular… e Edilson se torne uma opção para o ataque. Sério.

E que o espírito do segundo tempo contamine novamente o time para a reta final do Brasileirão, a começar no sábado contra a Ponte Preta.

uniaodosjogadores

Até porque, por causa do calendário esdrúxulo, o segundo jogo das quartas-de-final da Copa do Brasil só vai ser disputado sabe-se lá Deus quando, provavelmente em alguma data entre a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Anúncios

5 Respostas para “Botafogo 1 x 1 flamengo: Da irritação ao alento

  1. Vamos combinar o seguinte, segunda etapa um pouco melhor e tal, mas digo que…..o time ainda tá jogando mal, tá preocupante!
    Lodeiro, minha paciência contigo simplesmente acabou…o cara nem parece uruguaio!
    No mais é mudar a chavinha e botar o Brasileirão em obra e sufoco a vista sábado…pela a bola que está nada mais além disso, com cara de vitória suada a vista!
    Abraço
    Igor(@igorsausmikat)
    E o jogo ontem não foi tudo isso que estavam dizendo não, foi ruim o jogo!! E o Edílson não tendo medo de rachar bola com os flamenguistas hein? Isso….torcedor tem que gostar!
    E final do mês Gilberto Volta…aí sim, opção na ala!

  2. Pois é, ainda bem que temos Jefferson e Edílson. Uma das poucas coisas que Oswaldo de Oliveira precisa melhorar é no quesito substituições. Sei que o banco não oferece muitas opções, mas as trocas estão sendo muito demoradas e incorretas. Não faz sentido colocar uma nulidade como o Alex em campo e deixar Seedorf jogando praticamente esgotado, a meu ver, Octavio e Gegê deveriam ter entrado no lugar de Seedorf e Lodeiro.

    Botafogo precisa se recuperar rápido e reduzir a vantagem da raposa azul.

  3. O jogo de volta já está agendado para o dia 23 de outubro. Até lá não se sabe o que vai acontecer com os dois times. O Botafogo pode voltar a subir no brasileirão, o Flamengo pode se complicar ainda mais quanto ao rebaixamento ou vice-versa, mas eu creio na primeira hipótese.

  4. Lembrando que antes do dia 23out jogaremos contra a mesma molambada, pelo Campeonato Brasileiro, no dia 13 e sem o Jefferson.

  5. botafogo parte pra çima deles com raça e vontade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s