Botafogo 1 x 2 Bahia: Esquecer e aprender

Diante de 25 mil botafoguenses, a pior atuação no Brasileirão.

Jogamos mal. Muito mal. Não fossem os 15 minutos do segundo tempo, diria que foi uma atuação lamentável do início ao fim da partida.

O Botafogo começou a perder o jogo ao não se impor como mandante e nem como time de superior qualidade técnica.

Seedorf, pregado na lateral, poucas vezes tocou na bola. Sua postura estática contribuiu para a falta de movimentação ofensiva do time, mas a falta de inspiração do trio Lodeiro-Rafael Marques-Elias também era preocupante.

O Bahia percebeu que o Botafogo não queria mandar na partida e partiu pra cima. E os vacilos de marcação da defesa expuseram terrivelmente o time, que só virou em vantagem porque o Edilson acertou um balaço na cobrança de falta.

No segundo tempo, tivemos a chance de matar a partida, com a entrada de Hyuri. Em 15 minutos, ao menos três chances criadas, uma delas desperdiçada pelo próprio Hyuri, que só precisaria ter caprichado mais no rebote do Lomba. Sem a chegada do gol definidor, o time cansou – e novamente se encolheu. Aí o Bahia partiu para cima e, com as boas substituições feitas pelo Cristóvão, virou a partida (o gol do desempate foi em impedimento).

E agora?

Pela primeira vez no Brasileirão, muitos erros individuais em uma mesma partida.

Pela primeira vez no Brasileirão, duas derrotas seguidas.

Pela primeira vez no Brasileirão, uma derrota em casa. E de virada.

O jogo é para se esquecer. Mas é preciso tirar lições do resultado.

Aprender, por exemplo, que o Seedorf não tem mais condições físicas de fazer duas partidas consecutivas por inteiro. Que Alex, apesar do esforço, é um centroavante que não consegue marcar gols – idem Henrique, duas nulidades na hora de concluir.

Aprender que, como no lance do empate, não vale a pena subir atabalhoadamente ao ataque como fez o Dória se não houver uma marcação reforçada lá atrás.

Aprender que, quando não houver muito fôlego nem inspiração, terá que ser na base da superação – e assim terá de ser na próxima quarta, contra o Flamengo.

Estamos em um momento delicado.

O Botafogo perdeu duas partidas.

Mas não pode agora é perder a consistência defensiva e a movimentação ofensiva. Muito menos o equilíbrio que nos garantiu um lugar no G4.

É com você, Oswaldo.

PS: Quer ajudar o Botafogo a levantar uma taça expressiva em 2013? Tá menos difícil via Copa do Brasil. Quarta é o primeiro desafio. Até o título, são seis jogos – e sem nenhum time com vantagem de pontuação, como atualmente no Brasileirão. Então, se possível, vá ao Maracanã na quarta-feira.

PS II: O Pereirão informa que ao menos uma Estrela Solitária brilhou nesse domingo. O Botafogo-PB garantiu a classificação à Série C com mais uma vitória, dessa vez em Fortaleza, em cima do Tiradentes. Muita festa em João Pessoa, afinal o time esse ano só tem dado alegrias. Atenção para a média de público: 8 mil torcedores.  Valeu, Belo!

Anúncios

4 Respostas para “Botafogo 1 x 2 Bahia: Esquecer e aprender

  1. Muito bem, perdemos para o Bahia dentro de casa e estamos a oito pontos do líder, sendo que a turma de trás vem chegando perigosamente. Sei que certamente serei criticado por alguns neste e em outros blogs apenas por me recusar a não enxergar o óbvio: o time do Botafogo é limitado, apresenta jogadas prá lá de manjadas e está morto em campo (cadê aquela preparação física tão elogiada anteriormente por muitos ?). Com isso, o título já era e acho que a Libertadores corre sério risco de não sair de novo. Na verdade, o resultado do jogo de hoje já era evidente desde que a partida começou. Erros infantis de passes, lances bizarros, o Dória tentando a todo custo entregar o ouro e um gol “achado” num grande frango do goleiro adversário. Time abatido pela derrota de quarta, o Seedorf (mais uma vez) não jogando bulhufas, um cara (Elias) fraquíssimo na frente, enfim tudo o que o Botafogo consegue com isso é simplesmente brochar sua torcida, a qual vem ou vinha se mostrando interessada. Nada, entretanto, que seja novidade, pelo menos para mim. Já vi isso acontecer várias vezes (quem com mais de 15 anos ainda não viu ?). O Botafogo é um time somente esforçado, que tem um craque em fim de carreira e que tenta “vender” como grandes jogadores gente que é apenas razoável. O que jogou o tal do Hyiuri hoje ? Ele tem 21 anos. No atual momento do mercado, em que os agentes negociam pré-adolescentes com a Europa, desde que reconhecidamente futurosos, será que se enganaram tanto com esse garoto ? Será que só o Oswaldo viu o que ninguém viu ? Acho difícil. Ano após ano, o Botafogo é isso. E por isso acho engraçada a euforia de alguns, mas é até compreensível para quem tem menos tempo de janela. Torço para estar enganado, mas acho que o ano acabou. Por fim, o que é esse tal de Alex ?

  2. É preciso dizer que o jogo de ontem foi, até agora, um episódio isolado. Não é possível ligá-lo à partida com o Cruzeiro, em que jogamos bem até onde pudemos.

    Ontem jogamos tristemente mal.

    Seedorf, que já não vinha jogando o que costuma, ontem foi tétrico. Nosso holandês é aquele fominha que não considera exaustão muscular um motivo para pedir descanso. Ele só para quando sente dores físicas.

    Ele em campo, pede bola. E, pedindo, dão-na sempre, como se os outros jogadores considerassem um desacato, uma insubordinação negar-lhe um passe.

    O Seedorf não está, hoje, em condição de ser o carimbador-geral de todas as jogadas.

    Ontem, Rafael Marques estava aéreo, inconsistente. Coisa rara.

    E Lodeiro não é um bom solista. Ele precisa de jogo coletivo. Sua performance é ou o início ou a conclusão de um bom diálogo. Se não há com quem dialogar, ele afunda.

    Mas, na minha opinião, o pilar do desastre de ontem, ao lado do Seedorf, foi o Hyuri, e pelo singelo fato de ele ter tido nos pés dois pregos para fechar o caixão baiano, e não tê-lo feito por preciosismo, excesso de confiança. Acreditou demasiado no discurso da torcida, que já colocava na conta os três pontos do jogo.

    Aliás, o time inteiro ontem parecia ter um cheiro de salto alto. E isso é o indesculpável. Isso é o intolerável. Isso é o que não pode se repetir.

    O jogo com o Bahia foi uma tosse, não uma pneumonia. Só passará a ser preocupante se daqui pra frente dermos para tossir demais.

  3. Pronto! Um comentário que reflete a felicidade de quem começou a acertar as suas “previsões”.
    SB

  4. Marcelo,

    Além do egoísmo do Hyuri, coloco na conta do OdeO a derrota.
    Segundo tempo ele posiciona o Hyuri no lado do campo que ele mais produz, lado direito. Foi o melhor momento do Botafogo em todo o jogo.
    Com a contusão do Elias, ele entrou com Alex e tirou o Hyuri da direita. Depois ele tira o Lodeiro e coloca o Henrique. Adianta cinco mil atacantes e não termos um jogador de criação? Por isso a bola não chegou mais nos atacantes. Talvez isso explique o motivo do Dória ir ao ataque.
    Também acho que a pancada e o corte na cabeça do Dória, no inicio do jogo, o prejudicaram. Ele errou tudo depois disso.

    Concordo plenamente com o comentário do Pedro sobre o Lodeiro. Não sei na TV, mas o Lodeiro roda, se desloca o jogo todo e ninguém faz o passe. Cansei de ver isso no primeiro tempo e até os 20 minutos do segundo. Se não estiver enganado, me pareceu que ele queria cobrar a falta, porém jogadores e Edílson o convenceram. Alguns comemoram com ele e deram tapa na sua cabeça após o gol.

    Enquanto o Cristóvão Borges gesticulava, apontava, orientava, chamava seus jogadores, o nosso monge, como sempre, estava estático, calça arrochada e braços cruzados.

    Será só cansaço a perda do futebol do Seedorf?
    Quando os salários estavam atrasados os caras disputavam a bola como se fosse um prato de comida. Agora, com salário em dia, jogar futebol ficou chato?

    Quarta tem um jogo encardido. Já presenciei o Botafogo levantar o esgoto na noite do indiciamento daquele goleiro presidiário! Já vi levantar o esgoto na noite de denúncias contra o amarelão de Quintino! Já vi levantar inúmeras vezes o esgoto da Gávea, espero e torço para que agora feche o caixão de uma forma que não dê motivo para uma possível sobrevida!

    Abs e Sds, Botafoguenses!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s