fla 1 x 1 Botafogo: O Brasil é maior que o Rio

Há duas formas de encarar o empate desse domingo no Maracanã.

A primeira é prolongar a frustração e cair na “pilha” e no flagelo: mais uma vez, o Botafogo deixou escapar uma vitória contra o maior rival nos últimos minutos,  tivemos que aturar a gozação da torcida adversária com a paródia do “Ninguém cala”, os adversários saíram do New Maraca comemorando como se tivessem ganho um título, o tabu da ausência de vitórias no Brasileirão continua, e por aí vai.

Mas, friamente, o que aconteceu nesse domingo não tem nada de sobrenatural a ser explicado. Perdemos a chance de construir vantagem expressiva no primeiro tempo, quando o Botafogo atuou de forma impecável: dominou o meio-de-campo, criou seguidas chances, teve intensa movimentação ofensiva, marcação em cima, enfim, tudo certo, com exceção das finalizações e de um destoante Lodeiro. 1×0 foi pouco, muito pouco. E os gols perdidos fizeram falta.

No segundo tempo, porém, foi o outro time que deu as cartas: as substituições de Mano Menezes deram certo e o rubro-negro mandou no jogo. Teve dois gols anulados, criou muitas chances e a nossa passividade foi de assustar, além da evidente falta de fôlego (o jogo contra o Figueirense pesou nas pernas). E não saiu com a vitória porque empate veio apenas nos acréscimos.

E aí, o que é que vai ser?

Vamos ficar lamentando o empate pra sempre, como se tivéssemos perdido uma semifinal da Taça Rio? Ou vamos olhar para a tabela e perceber que, mesmo sendo o Brasileirão infinitamente mais difícil do que o Carioca, estamos lá no alto? E constatar também que o time que arrancou o empate de forma tão valente não está exatamente na página de cima da tabela, certo?

Pois é.

Bola pra frente.

O que temos de entender é a constante e preocupante queda de rendimento do Lodeiro, talvez causada pela saída do Fellype Gabriel.

O que temos de cobrar é o fato de o Oswaldo ter dito que falou para o time insistir na pressão no 2o tempo, sendo que suas substituições – Renato (inexpressivo, frio e inútil), Lima e Antonio Carlos (que entrou só para assistir o gol do empate) – mostraram exatamente o contrário.

O que temos de reclamar é que, depois de ter aguentado a maior pressão, o time tomou um gol de um chutão do campo do adversário – e uma bola, à meia altura, atravessou quase todo o campo e ninguém voou nela para interceptar o lance e matar o jogo.

O que temos de descobrir é uma forma de poupar o Seedorf da maratona, recém-iniciada, de dois jogos por semana. Ele não conseguirá 180 minutos em alto rendimento.

Enfim, temos muitas questões a solucionar.

O que não dá é para ficar remoendo revés contra um rival regional.

Quer xingar o Oswaldo? Vá ao Maracanã na quinta-feira.

Quer ver Seedorf fazer viradas de bola e lançamentos que mereciam ser consideradas pela Unesco como Patrimônio Cultural da Humanidade? Vá ao Maracanã na quinta e no domingo.

Quer correr o risco de cornetar o Rafael Marques e ele te mandar calar a boca? Vá ao Maracanã na quinta-feira e no domingo.

Quer ver toda a exuberância de Jefferson, o vigor de Dória e Gabriel, a impetuosidade de Vitinho? Vá ao Maracanã quinta, domingo, quando der.

Quer testemunhar, e apoiar, um grande Botafogo? Vá ao Maracanã. Ou ao Mané Garrincha. Ou ao Estádio da Cidadania. Ou a Macaé. Ou a qualquer lugar onde o Botafogo estiver.

Mas aproveite esse momento para ajudar nosso time a crescer e voltar ao status que merece estar.

O Brasil é muito maior do que o Rio.

E os principais campeões desse ano até agora são alvinegros.

Pode ser tendência, pode ser apenas coincidência: vale a pena pagar pra ver.

PS: Por motivos de força maior, fiquei devendo texto sobre o jogo da última quarta, contra o Figueirense, que garantiu a nossa classificação na Copa do Brasil. Vou, então, resumi-lo em apenas uma palavra: JEFFERSON.

Anúncios

8 Respostas para “fla 1 x 1 Botafogo: O Brasil é maior que o Rio

  1. Empate frustrante.
    Nao eh admissivel tomar um gol faltando 1 min. pro jogo acabar. Ainda Mais pros urubus. E ainda ter que ouvir da imprensa rubronegra que há 11 anos o Botafogo não ganha no campeonato brasieliro.
    Porem eh importante fazermos a seguinte reflexão:
    – Nao da pra exigir mais de um grupo que não recebe salários em dia.
    – Nao eh possivel um jogo de futebol profissional com 14.000 não pagantes.
    – Nao eh admissivel que o ingresso mais barato no Maracanã seja R$100.
    – A torcida (as torcidas cariocas) precisam protestar contra este “novo” Maracanã elitizado.
    – O Oswaldo tem que buscar uma solucao urgente para a falta de agressividade do time. Domínio não traduzido em gols de nada vale. Futebol eh bola na casinha.
    E. Sales

  2. Não pode existir tomar uma pressão como tomamos desde o início do segundo tempo até o fim e o OO não perceber que não tínhamos nenhuma referência na frente para prender o time adversário. O gênio, para completar, tira o único jogador que estava agredindo de verdade e prendendo o time adversário atrás, o Vitinho. E me põe um meio campo, um lateral e um zagueiro. Desculpe mas, se nao é uma besta, tem empresario forcando a escalacao de jogador (provavelmente mesmo empresario com interesses no urubu também). O Elias outro dia entrou e deixou o dele.
    Abraco,
    Carlos L.

  3. Marcelo,

    “O que temos de cobrar é o fato de o Oswaldo ter dito que falou para o time insistir na pressão no 2o tempo, sendo que suas substituições – Renato (inexpressivo, frio e inútil), Lima e Antonio Carlos (que entrou só para assistir o gol do empate) – mostraram exatamente o contrário”.

    Perfeito o teu comentário!
    Na saída do estádio, escutando o monge japonês vomitando isso na entrevista pensei a mesma coisa! Ele fez o possível e impossível para recuar o time!
    Terminamos o jogo com três zagueiros, dois volantes, três laterais (dois esquerdos e um direito). Se isso não é recuar o time, não sei mais o que é?
    A torcida não é burra!

    Irei aos dois próximos jogos, porém, entendo que a torcida não comparece em maior número justamente por isso. Ou seja, não vai pela burrice do técnico e submissão, subserviência, incompetência, dos dirigentes em resolver os problemas de renegociação de dívidas, interdição do Engenhão e a toda hora noticias das vendas dos nossos melhores jogadores.

    Abs e Sds, Botafoguenses!!!

  4. Nada melhor que textos como esses pra ajudar quem correu atrás o tempo todo de um link pra acompanhar o jogo.
    Vi até algo que mereceu favorite de quem narrou a partida no Botafogo News na hora do jogo por twitter. A pessoa me solta uma dessa que pegou muito mal como se o Lodeiro estivesse no estilo Lúcio Flávio, foi bem assim: “É oficial: Lodeiro muda de profissão e não é mais jogador de futebol, é o sósia. O Sósia da Estatua Lúcio Flávio”.
    Minutos após… a mesma pessoa que estava comentando o jogo por lá diz assim: “Lodeiro vai sair pra entrar o Lima??? FICA LODEIRO, FICA!!!”
    Que lado a pessoa está? se brincar é a mesma pessoa que canta a porcaria do Ninguém Cala e que até fala a maldita frase do “Tem coisas que…” Tipo tem gente que perde a chance de se calar por aí!
    Tem Botafoguense que não parece ser botafoguense.
    Fui atrás de um link pro jogo e nada consegui, tava impaciente com as rádios cariocas e até aquelas de meu gosto, e no final na rodada tive que acompanhar e conseguir acompanhar tudo quanto é jogo. Bom que temos postagens ótimas como aqui, a do Caio Araújo no Globoesporte.com, a do Rodrigo Federman também e alguns outros botafoguenses que nos ajudam.
    Engraçado que o Oswaldo que era esquecido na corneta voltou ao normal, 100 jogos aturando ele demorando pra mexer…é tenso e demais pra gente! eE gostei da última parte do texto, a gente sabe que o Brasileirão tem que ser maior do que o Carioca e a grandeza do Botafogo nos faz pensar assim por mais que essa diretoria só quer que pensamos no Carioca e o resto do ano fazer igual Renato Gaúcho: brincar de Brasileirão.
    O Fogão não é isso! Pensamos grande, queremos Copa do Brasil!
    Aliás, o que teve de Botafoguense que queria q o time fosse eliminado pra disputar uma sul americana que sempre se bota reserva e se descarta com uma Copa do Brasil que temos elenco pra isso?
    E até quando aturar um Antônio Carlos entrando pra ver de camarote o gol do adversário? Antônio Carlos deveria jogar a série D num time pequeno da vida.
    Desculpa me estender, mas é isso e vida que segue, afinal tem mto campeonato pela frente e é bom liderança pra gente na última rodada apenas só dependendo da gente!!!
    Abraço
    Igor(@igorsausmikat)
    meu blog de esportes: http://igoresportes.blogspot.com.br/ e no twitter o blog é o @blogdoigor05

  5. Botafogo é isso aí. Na hora de dar o bote, de ser campeão, de assumir uma liderança, de vencer um adversário histórico do qual todo botafoguense tem asco, AMARELA. Já vimos esse filme várias vezes. Depois, ficam perguntando por que a torcida não vai ao jogo. Ir para quê, se é decepção em cima de decepção ? Quero ver quantas testemunhas irão no jogo contra a Vitória no Maracanã. Ah, os salários estão atrasados ? Falá lá com o presidentista que até o momento não processou ninguém por causa do Engenhão fechado.

    Sílvio Porto Alegre

  6. Apesar do empate, estamos entre os líderes e nossos concorrentes também têm problemas. Valeu sim o resultado.

  7. Um tabu que dura 11 anos não é culpa do atual treinador. Quantas vezes fizemos 2×0, 2×1 e o final do jogo foi 2×2., infelizmente são coisas que só os deuses do futebol podem explicar.
    No jogo de ontem, OdeO acreditou que a partida teria o mesmo fim da semifinal do carioca, quando metemos um gol, sofremos o mesmo sufoco e Vitinho fez o segundo gol no final. Cada jogo é uma história.
    Não se pode esquecer é que a equipe jogou num frio danado em Floripa, o tempo todo atacando e decidiu a vaga na Copa do Brasil nas penalidades o que é desgastante para qualquer time.
    Erro do treinador é insistir com Vitinho entrando no início porque mesmo tendo uma baita habilidade, ainda não está pronto para a titularidade nem para substituir Felipe Gabriel. É jogador para entrar após os 25 minutos do segundo tempo para pegar a outra equipe cansada.
    Só não entendo o desespero e a birra de alguns torcedores e blogueiros, uma vez que estamos tendo um ano maravilhoso, com apenas 4 derrotas e a conquista de um carioca. Tudo porque ele teve a coragem de barrar um jogador falastrão que o único mérito foi bater a penalidade na final do carioca de 2010, fato que se tornaria inútil caso JEFFERS0N não tivesse defendido a penalidade.
    JEFFERSON, este sim, é nosso salvador da pátria.

    Soares, Botafoguense de GBa

  8. Recuamos covardemente. A pressão no segundo tempo foi agonizante e, convenhamos, MM mostrou que é um ótimo treinador. Empate com sabor de derrota…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s