Botafogo 1 x 0 Vasco: Lição para o futuro

A alteração do regulamento das finais do Carioca fez o Botafogo precisar de duas vitórias para chegar ao título de campeão da Taça Guanabara. Em qualquer uma das partidas, um empate e estávamos liquidados.

E conseguimos: vencemos flamengo, vasco e esse esdrúxulo regulamento.

Vencemos porque demonstramos, em momentos cruciais, o espírito de campeão, colocamos a alma na ponta da chuteira. Do início do jogo contra os urubus ao final do jogo contra os vascaínos.

Sob a liderança majestosa de Seedorf, ganhamos a condição de brigar pelo título carioca e ganhamos também a condição de começar a resgatar nossa autoestima.

Como definiu com precisão o holandês, duas vezes campeão mundial: “Esse título não é para mim, é para eles”, referindo-se à torcida alvinegra.

O que o Seedorf tem demonstrado, em menos de um ano, é exemplar. Sua posição de liderança vale tanto quanto uma taça – ele está nos colocando  novamente no caminho da vitória, sem ficarmos olhando pra trás, com ressentimentos. Ele nos conduz para a estrada gloriosa.

seedorfcampeao2

E o gol do título, mais do que justo, nasceu de mais uma jogada genial do holandês, que deu passe de calcanhar para Julio Cesar cruzar, Bolivar preparar para a conclusão perfeita de Lucas.

botafogocampeao2013l

Aliás, os dois gols decisivos das finais foram marcados por dois laterais: Julio Cesar e Lucas. Nilton Santos continua nos abençoando.

O que fica dessa conquista é o exemplo do Seedorf e as palavras do Jefferson, que destacou que os dois jogos das finais devem servir de modelo para o resto do ano. É exatamente isso.

botafogocampeao2013

Que esse exemplo vitorioso contamine o time de forma incontornável ao longo de toda a temporada. Em especial, na Copa do Brasil, que garante vaga na Libertadores, e na reta final do Brasileirão.

PS: André Bahia foi mais importante para a conquista do que o Rafael Marques.

PS II: Vitinho começou muito bem no segundo tempo, mas depois se perdeu na partida.

PS III: Mais uma partida gigantesca do pequeno Lodeiro. E uma grande contribuição também do Fellype Gabryell, em especial no segundo tempo.

PS IV: Jefferson, para variar, nos salvando em jogos decisivos, duas defesas que garantiram a vitória.

PS V: É a primeira taça como profissional da garotada alvinegra. Dória não pode ser reserva do Antonio Carlos, nunca mais.

PS VI: Tem jogador que fez questão de aparecer ao lado da Taça na foto do pódio sem ter contribuído para a conquista da mesma.

Fotos: Lancenet!

Anúncios

11 Respostas para “Botafogo 1 x 0 Vasco: Lição para o futuro

  1. Sinceramente, não vi todo esse espírito de campeão, não. Vi um time até apático durante boa parte da partida, que fez um gol com um jogador em impedimento. Se o juiz tivesse resolvido compensar e validado o gol do Vasco logo em seguida, já era. Vi um time na maior parte das vezes andando dentro de campo, parecendo que a vantagem de empatar era dele. Já estava me acostumando com a ideia de ser vice do Vasco (o rei dos vices). Pode até ser que a gente ganhe o “Me engana que eu gosto”. Mas para vôos maiores, não levo a menor fé.

    Sílvio Porto Alegre.

    • Olha, Silvio: Não vi um time apático nem andando em campo, muito pelo contrário: o meio-de-campo buscou o gol na base da vontade e da infiltração, mesmo sem centroavante e com o Seedorf padecendo com o forte calor, e contra um adversário que não quis jogar em nenhum momento, abusando das faltas e da cera. Quanto à conquista ser “me engana que eu gosto”, é claro que sabemos que ainda não temos time para disputar Brasileirão, ainda mais sem um homem de referência na área, e nosso técnico foi beneficiado pelas contusões (ACarlos,Andrezinho) que promoveram os jovens Dória e Gabriel à condição de titular.
      Mas ganhar é sempre melhor do que perder, não? Tenho certeza que muitos flamenguistas e vascaínos adorariam estar iludidos com essa taça, ainda mais da forma pela qual foi conquistada, com duas vitórias em cima de dois grandes rivais. Abraço alvinegro,

  2. Já vi o Botafogo jogar desse modo que o colega Silvio falou mas não foi dessa Vez.

  3. Marcelo e amigos alvinegros.
    Eh claro que vibrei muito com a conquista. Pode valer pouco, mas neste domingo de março dormirei feliz.
    Me permitam compartilhar com vocês a “minha” Taça Guanabara 2013 em 7 (meu número predileto) colocações.
    – O Jeferson eh o melhor goleiro do Brasil na atualidade. E já faz tempo.
    – Os garotos Doria, Gabriel, Vitinho, Cidinho dão uma energia ao time e prometem muito, se bem trabalhados. Talvez o B. Mendes tb, mas nao arrisco cravar.
    – O Felipe Gabriel talvez tenha sido o melhor jogador deste inicio de temporada. Sua dedicação e obediência tática é comovente e importante.
    – O Lodeiro compõe com o F.G. e o Gabriel um meio campo combativo e de fôlego. Com a habilidade de dialogar com o Seedorf em ótimo nível.
    – Os laterais parecem compreender, antes tarde do que nunca, que as subidas devem ser com o equilíbrio de nao deixarem espaços.
    – O Oswaldo nos pagou com este turno, a (im) paciência da torcida, mas humildade é sempre melhor que a teimosia. Queremos um Centro Avante de verdade. Chega de jogar com um a menos.
    – O Seedorf continua num nível extra-classe. Um craque, um líder, um comandante dentro do campo.
    Saudações alvinegras!
    Eu vou festejar, vou festejar……

  4. Aqui em João Pessoa, houve até carreata com buzinaço, bandeiras alvinegras tremulando e um bocado de gente festejando. Tinha até torcedor do flamengo infiltrado… Fazia tempo que eu não via isso!

  5. Melhor em campo: Gabriel – que partida esse muleque fez!
    Chega em todas, antecipa-se na maioria, vai limpo, na bola.
    Foi uma das partidas mais seguras que o Botafogo fez sob comando do OxO, mesmo dando uns moles (lance do carlos alberto) e demorando para sair o gol.
    Ao contrário do camarada de POA acima, vi um time que jogou com equilíbrio, que anulou o vasco, mas não se abdicou de buscar o jogo e a vitória (embora, confesso, me bateu uma certa apreensão entre os 25 e 35min do segundo tempo, quando saiu o gol). Prefiro acreditar que jogaram com inteligência – ao contrário das finais do ano passado.
    O jogo coletivo apareceu, a retaguarda demonstrou mais firmeza, o esquema de jogo alvi-negro mostrou mais equilíbrio.
    São duas vitórias seguidas em clássicos, jogos decisivos, dentro do engenhão, precisando da vitória, jogando sob pressão e sem tomar gols!
    Há quanto tempo isso não acontecia?? Quem esperava isso?? Surpreendente..
    Certo é, este time ainda não encanta, precisa provar muito, precisa mostrar regularidade (tática e de espírito).
    Mas já demonstrou qualidade (Seedorf, Lodeiro, Fellype Gabriel, Dória, Gabriel, Jeferson – temos uma excelente espinha dorsal). Falta um centro-avante experiente.

    Aguardo ansiosamente o dia 10/04. Copa do Brasil, estádio bezerrão, Botafogo x Sobradinho. Quero ver o negão em campo! OxO, por favor, não faça cagada, não invente de poupar jogador, traga o time completo para a torcida de brasília.

  6. PRA ENCERRAR O CHORO VASCAÍNO, NO GOL DO LUCAS.

    Se tem alguém do Botafogo, com visibilidade zero, em relação à bola, esse alguém é o Vitinho.

    Basta ver a reação do Vitinho que reagiu ao gol, pela comemoração dos companheiros, e não por ter visto a trajetória da bola.

    De nada adianta rever cem vezes o lance, pelo mesmo foco. O foco em paralelo à linha de gol, mostra 01 variável de impedimento. O outro foco em perpendicular à linha de gol, mostra outra variável de impedimento, a qual não mostra o Vitinho atrapalhando a visão do goleiro, mais sim zagueiro do Vasco atrapalhando..

    Saudações Gloriosas!

  7. PERTINENTE { Treinador do Vasco, Gaucho:
    – Não tinha como apressar o jogo. O time viu que estava errando demais e os próprios jogadores tentaram resolver de uma maneira que desse mais segurança. O Vasco não tinha como jogar o campo inteiro contra uma equipe como a do Botafogo. Se desse mais espaço, poderia ser pior – avaliou.

  8. Marcelo,

    “Dória não pode ser reserva do Antonio Carlos, nunca mais”.

    A única coisa que acrescentaria a tua postagem é que: “Gabriel, também, não pode ser reserva de Renato ou qualquer outro jogador de confiança do monge japonês, OdeO!”

    Abs e Sds, Botafoguenses!!!

  9. Ótimo texto como sempre viu!!!
    Resumiu de ontem, assim como o blog do Caio Araújo no GloboEsporte.com!!
    Fazia tempo que não comentava neste espaço, e que hora pra voltar a comentar…embora temos todos que saber que tem muito para caminhar no ano Botafoguense embora…sejamos sinceros aguentar Oswaldo e Maurício Assumpção cuspindo na nossa cara e vendo q o título pode tapar certas coisas.
    Tirando só esse fato, temos que comemorar sim e só em quase 90% de coisas boas e isso é fato!
    E o Vasco tem que parar de reclamar, o árbitro foi complacente com ele em muitos lances e se aquilo não é pênalti no Lodeiro…não entendo mais de futebol!
    E Dória não pode ser reserva do AC NUNCA MAIS!Embora sabemos que o Oswaldo tem seus queridinhos(e não é só RM que é o queridinho dele não viu)
    Abraço
    Igor(@igorsausmikat)
    meu blog de esportes: http://igoresportes.blogspot.com.br/ e no twitter @blogdoigor05 pra quem quiser acompanhar!

  10. Saudaçõe Alvinegras meu caro,

    Um pequeno detalhe, o negão não é duas, mas sim três vezes campeão do mundo (Ajax, Real e Milan). Quem sabe ele não vira tetra em 2014?!

    Abraço

    André Franco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s