Pela volta dos dias gloriosos

Feliz 2013, alvinegros.

Que seja um ano regido pelo espírito iluminado do Seedorf.

Um ano de espíritos vencedores, não da mediocridade dos conformados.

Um ano de lutas, não de desistências.

Um ano de glórias, não de frustrações.

Porque somos, antes de tudo, uns fortes.

Resistentes, perseverantes, inconformados, ranzinzas, confiantes, contraditórios, idealistas, esperançosos.

Somos sonhadores.

Queremos, sempre, o melhor para o nosso time.

Queremos o brilho da estrela.

Nós merecemos a volta dos dias gloriosos.

 

 

 

Anúncios

5 Respostas para “Pela volta dos dias gloriosos

  1. e como merecemos, marcelo!

    feliz seedorf em 2013!

  2. Marcelo,

    Desejo um 2013 de muita Paz, Saúde, Luz, Amor, Sabedoria e Realizações para a família Pereira!

    Que os Deuses Botafoguenses nos ajudem e iluminem as cabeças de bagres que ainda estão no poder em General Severiano.
    Que saia tudo ao contrário do que pensam e fazem os medíocres e incompetentes dirigentes, pois até hoje tudo que fizeram nos envergonharam.

    Abs e Sds, Botafoguenses!!!

  3. Mais Seedorf e menos Oswaldo no mundo todo!

    Um fantástico 2013 pra você, o Fogo Eterno e o Botafogo!

    Saudações botafoguenses!

  4. Campeão carioca de 1948 : Oswaldo, Gerson e Nilton Santos; Rubinho, Avila e Juvenal; Paraguaio, Geninho, Pirilo, Otávio e Braguinha. Técnico : Zezé Moreira; jogo final Botafogo 3 x 1 Vasco.
    Campeão carioca de 1957: Adalberto, Beto, Thomé, Servilio e Nilton Santos; Pampolini e Didi; Garrincha, Paulo Valentim, Edson e Quarentinha; Técnico : Jo~]ao Saldanha; jogo final Botafogo 6×2 Fluminense, com gol de bicicleta de Paulo Valentim – 90 mil espectadores no Maracanã.
    Campeão carioca de 1968 : Cao, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Valtencir; Carlos Roberto e Gerson; Rogerio, Jairzinho, Roberto e Paulo Cesar; Técnico : Paulinho de Almeida; jogo final – Botafogo 4 x 0 Vasco – 141 mil espectadores no Maracanã (eu era um deles).
    Campeão brasileiro de 1995 : Wagner, Wilson Goiano, Wilson Gotardo, Gonçalves e André Silva; Jamir, Beto e Sergio Manoel; Leandro Avila, Donizete e Túlio; jogo final – Botafogo 2 x 1 Santos – 100 mil espectadores no Maracanã.
    Acompanhei tudo isso; hoje quase aos 3/4 de século, tenho fé em Deus que ainda vou ver alguns (ou muitos) títulos do glorioso Botafogo de Futebol e Regatas.
    Enquanto há vida, há esperança!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s