Botafogo 2 x 2 Corinthians: O caminho da glória

Seedorf mostrou, mais uma vez nesse domingo, que está pronto para nos ensinar o caminho da glória.

E que, infelizmente, esse é um caminho difícil de ser trilhado ainda esse ano, tal o acúmulo de erros – da montagem do elenco aos evidentes problemas táticos, sem contar dias em que a arbitragem decide influir decisivamente no resultado, como foi esse empate no Engenhão.

Mas não vou perder tempo falando de um juiz que, por carreirismo ou outra falha de caráter, decidiu fazer o placar que queria desde os primeiros minutos.

Prefiro chamar atenção para o fato de que o Seedorf está desempenhando um papel importantíssimo na reconstrução do Botafogo como um time de referência nacional. Sua liderança, dentro e fora de campo, assombra. Seu exemplo é valiosa contribuição para o desenvolvimento das grandes revelações alvinegras em 2012 – Jadson, Gabriel, Dória e outros mais.

Com Seedorf, o Botafogo volta a impor respeito. E, com Seedorf, o Botafogo volta a ter um craque dentro de campo, capaz de se mostrar invulgar a cada passe preciso, a cada lançamento, a cada jogada individual, a cada gol. A cada golaço – como o segundo gol.

Infelizmente, seus companheiros não estão correspondendo. Dessa vez, Andrezinho e, de novo, Fellype Gabryell foram muito mal – sem contar Elkeson, muito esforço e pouco neurônio.

Mas, como todo sagitariano, sou um pouco otimista. E sonho no dia em que o talento e a liderança do Seedorf nos guiarão para o caminho das conquistas.

Que esse dia não demore. O holandês não tem muito tempo para executar sua missão. E nós não temos mais nem tempo nem paciência, muito menos saúde, para desperdiçar mais essa chance de retomada da verdadeira vocação alvinegra: a glória.

PS: Decepcionante o público de 13 mil pessoas no Engenhão.

Foto: Site oficial do Botafogo

Anúncios

2 Respostas para “Botafogo 2 x 2 Corinthians: O caminho da glória

  1. Marcelo,

    Foram mais de 16 mil presentes, mesmo assim, outra vez, concordo contigo. Decepcionante o público!
    Uma coisa me chamou a atenção ontem, antes da partida começar. Desde a chegada do Seedorf os jogadores fazem reunião no gramado antes e depois das partidas. Dessa vez, após o término da reunião e roda, o Dória, Gabriel e Jadson se abraçaram e fizeram outra mini reunião. Só deles! Fiquei imaginando o que teriam conversado e o quanto estavam vibrando por estarem ali. Emocionaram-me e também acredito que se derem oportunidades a outros garotos teremos um belo time e quem sabe as Glórias que tanto queremos.
    Como você, acredito muito nesse trabalho do Seedorf, porém ele tem dois problemas sérios e que causam todas as dificuldades para as nossas Glórias. O primeiro obstáculo é o gerente de futebol, anderson barros. O segundo obstáculo é o monge japonês que fica na beira do campo, OdeO.

    Sem esses dois em 2013 e com o Seedorf a nos guiar, chegaremos ao paraíso!

    Abs e Sds, Botafoguenses!!!

  2. Para quem não acreditava, está aí o Seedorf, a maior contratação do futebol brasileiro nos últimos tempos. E o craque (esse é craque mesmo!) tem mostrado como foi importante a sua vinda para o Botafogo. Agora só falta mais meio time pra jogar com ele…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s