Botafogo 3 x 1 Náutico (e juiz): Sufoco e superação

Quem diria que o 3×1 em cima do Náutico, no Engenhão, seria MUITO MAIS tenso do que o 3×1 em cima do Cruzeiro, no Independência?

Ah, Botafogo… assim você nos mata do coração. Tudo porque, depois de um bom primeiro tempo, com uma vantagem bem construída graças ao Elkeson pela primeira vez com rendimento de atacante e aos ótimos passes do Andrezinho, o time se desmilinguiu na segunda etapa. Para isso, contribuiu decisivamente a atuação ridícula do juiz, que deixou de marcar um pênalti a nosso favor, e, no lance seguinte, marcou penalidade para o Náutico. Dali em diante, com a saída forçada do Brinner e do Lucas, a garotada teve que se virar – e passou por um autêntico batismo de fogo. Basta dizer que, ao final do jogo, o mais experiente do sistema defensivo era o Lima? Sim, o Lima!

Uma atuação apenas razoável do Seedorf e um sumido Fellype Gabriell impediram que a gente conseguisse matar o jogo como deveríamos. Depois, foi na base da superação, com destaque para mais uma boa partida da dobradinha Jadson e Gabriel. É, Renato, acho que por enquanto seu lugar é no banco. O sangue novo injetado pela molecada, e mais importante, o COMPROMETIMENTO fizeram a diferença – então, Antonio Carlos e Fábio Ferreira, já para o banco também! Dória e Brinner têm que ser titulares!

PS I: Ô Unimed, pode esperar, Guaraviton vai te pegar!

PS II: Apesar de alguns vacilos, Renan fez uma defesa milagrosa, com uma mão só, que nos salvou do empate. Ao contrário do Myltton Raphaell, devolve o gol alvinegro ao Jefferson com duas vitórias.

PS III: Parabéns aos 14 mil pagantes (18 mil presentes) no Engenhão. Foram vocês que impediram o empate do Náutico.

Foto: Lancenet!

Anúncios

5 Respostas para “Botafogo 3 x 1 Náutico (e juiz): Sufoco e superação

  1. Quanto ao PS III: VERDADE ABSOLUTA.
    O calor fora de época que fez no Rio hoje (tinha um sol pra cada um no Engenhão) certamente contribuiu para o time chegar aos trinta minutos do segundo tempo esgotado. E a torcida percebeu isso: nos momentos de pressão do Náutico nós gritamos, cantamos (destaque para o VAMOS GANHAR FOGO) e certamente demos aquele famoso “algo mais” aos jogadores, o suficiente para que se jogassem na bola, corressem até o final e não desistissem de uma dividida.
    Destaque para o Dória, que desabou no gramado quando o juiz encerrou a partida. Morto, mas comandou muito bem a zaga na pressão que o time tomou no segundo tempo.
    Menção honrosa aos meninos de General Severiano.

  2. Marcelo,

    Além do golaço e da vitória, o ingresso foi pago (não tem preço) com a atitude dos jogadores ao final do jogo. O negão chamou todo o grupo, inclusive banco de reserva, e fizeram uma roda no campo. Percebi que ele e outros jogadores falavam algo, depois houve algo como um grito de guerra ou incentivo, logo após agradeceram o apoio.
    Essa cena ficará eternamente gravada na minha memória; jogadores vibrando e conscientes que deram o melhor e a torcida, sem sair do estádio, cantando o hino e o “você pagou com traição”. Foi de arrepiar! Isso demonstra como a torcida esta ávida por jogos de superação e entrega. Títulos e conquistas serão consequências disso.

    Os garotos (Dória, Jadson, Gabriel) estão se falando o tempo o todo! Estão jogando com a faca nos dentes e sangue nos olhos! Quero ver quando os machucados (benditas contusões) estiverem liberados se serão barrados!

    Imagina se o Seedorf fosse contratado pelo lixo, esgoto da Gávea? Como estaria a “frapress”?

    Abs e Sds, Botafoguenses!!!

  3. É Ana e galera,mas fiquei sabendo de relatos da música que a Ana não gosta e de não vaias a Oswaldo de Oliveira,além de gente que pedia a garotada..quando a garotada foi jogar a corneta comeu solta e isso me deixou mais indignado que o normal,podia estar comemorando a vitória,mas quero manter pés no chão até para a continuação da competição.
    E ontem só comprovou que Brinner e Dória é a zaga do Fogão não é nem de hj isso.
    Que o Seedorf é foda…nem precisa dizer embora valeu mais a vitória do que a atuação em si.
    Renan segue uma ruindade daquelas,as vezes me pergunto porque Luis Guilherme foi emprestado sendo que a reserva do Jéfferson era dele e não de Renan,Milton Raphael e outros hein?
    E mesmo com o calor que fiquei sabendo que fazia no Rio…eu iria lá de boa,até soube de falta de organização também e ingresso barato atrai torcedor no Engenhão e isso ninguém nos outros lugares falam,mas se fosse Fluminense e Flamengo q fizesse isso…MEU DEEUS.
    Sobre o Dória,claro que concordo com a Ana!
    abraço e ótimo post!
    Igor(@igorsausmikat)
    meu blog de esportes: http://igoresportes.blogspot.com.br/ e no twitter quem quiser seguir o blog é o @blogdoigor05

  4. Escalar um juiz nordestino para apitar um jogo entre cariocas e nordestinos, só podia dar nisso mesmo… Juizinho FDP!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s