Coritiba 2 x 3 Botafogo: Os vencedores

Um time saiu vencedor nesse domingo no Couto Pereira. E, para nossa glória, foi o Botafogo de Futebol e Regatas.

Porém há outros vencedores na partida: o primeiro deles, claro, chama-se Lucas; dois gols, um em cada tempo. Justo ele, tão associado esse ano ao número dois  – os cartões vermelhos que tomou na Copa do Brasil e na final  do ano. E, permitam-me dizer, não foram gols fáceis, mas que demonstraram frieza e precisão na hora da conclusão. Fora que o pique no tento da vitória, após um lançamento espetacular do Elkeson, foi igualmente redentor.

Também foi vencedor o time que entrou em campo, inexperiente e desfalcadíssimo, por não ter se intimidado  com a pressão de jogar no Couto Pereira – ainda mais depois de tomar um gol com menos de um minuto. O espírito coletivo de jogadores como Marcio Azevedo, Herrera e Jadson, que jogaram com seriedade o tempo inteiro, fez a diferença e foi igualmente premiada com a vitória.

É um vencedor também o jovem zagueiro Dória, arremessado numa fogueira imensa pela incompetência da diretoria na montagem do elenco. Sim, o estreante andou falhando algumas vezes, mas jamais esmoreceu – e também mereceu sair de campo com a certeza do dever cumprido.

Por fim, o outro grande vencedor do jogo foi Victor Júnior, ao lado do Lucas, o nome do jogo. Sua habilidade e vocação ofensiva fizeram a diferença, em especial no primeiro tempo. Não tem medo de chutar nem de partir pra cima – e o Botafogo estava precisando de um jogador com essas características.

Ah, o time então fez uma ótima partida? Não, muito longe disso. Mas o Coritiba também não – e a obrigação da vitória era do time paranaense, ainda mais depois de 28 jogos sem perder em casa. E, tenho certeza, outros times vão penar para conseguir arrancar ao menos um ponto no Couto Pereira.

Enfim, um resultado importante não só pelo que foi, mas pelo que representou.

Aplausos para todos os que participaram dessa partida – menos para o Maicosuel, que fez um jogo para ser esquecido.

Foto: Botafogo Oficial/AGIF

Anúncios

7 Respostas para “Coritiba 2 x 3 Botafogo: Os vencedores

  1. Apesar de não ter assistido ao jogo, concordo e assino embaixo do último parágrafo. Vou externar agora o que tenho compartilhado com alguns amigos botafoguenses. O Maicosuel pensa que é, só que ele não é o que pensa que é. É muita grana investida, muita marra do cara e pouquíssima bola. É isso!

  2. Além da seriedade, vale destacar que não houve chutões para frente, como a zaga titular costuma fazer, nem aquela insistência com cruzamentos para a área. O time está aprendendo a sair da nossa área jogando com a bola nos pés. A ausência do Loco Abreu ajuda neste aspecto.

  3. Mais uma vitória do Fogão é mais um motivo de satisfação. E’ assim que me sinto nesta noite de domingo. Vamos em frente!

  4. Marcelo,
    Mais uma vez perfeito o teu comentário!
    Dória demonstrou personalidade, disposição e não se abateu! Terá outras oportunidades?
    Teve um lance em que o Victor Júnior foi tocado, perdeu o equilíbrio e mesmo assim fez um passe (enfiado) para frente. Quanto tempo falta isso no atual Botafogo?
    A imprensa carioca fala que o Maicosuel está na noite e nas baladas! Talvez isso explique o se (não)futebol!

    Abs e Sds, Botafoguenses!!!

  5. Concordo com a análise do Marcelo mas discordo da convocação para o próximo jogo no Engenhão. Casa cheia para homenagear o quê ? Se essa cambada só de imaginar o estádio cheio tudo fará para nos irritar. No mínimo irá tremer como das outras vezes e frustrar os torcedores. Já vi esse filme algumas vezes. Depois dos jogos do Fluminense e do Vitória cancelei meu PFC e somente assistirei a jogos do Botafogo se for 0800. Até a Band na Sky colocou a fórmula Indy no lugar da transmissão de Coritiba x Botafogo. E quando for de férias ao Rio passarei bem longe do Engenhão. Continuo torcedor do Clube Botafogo mas não desse grupo sem-vergonha que se levar o apelido de plantel será uma ofensa aos animais de boa raça.
    Abraços,
    Luis Celso

  6. E sabe do que mais ? Li hoje a notícia que eu tanto temia (mas que também esperava há tempos): um clube europeu fez uma proposta (de merda) para levar o Jefferson Paulista do Botafogo e vai conseguir levar. Trata-se do melhor júnior que já surgiu nos últimos tempos, com um toque de bola refinado, ao estilo Ganso, e que bate na bola como raramente se vê. Teve pouquíssimas oportunidades no time de cima e foi inexplicavelmente devolvidos aos juniores, certamente porque não deve ter um padrinho tão forte assim. É anos-luz melhor que qualquer um desses que já subiram. Aí fica difícil …

    Sílvio Porto Alegre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s