Botafogo 0 x 1 Grenás: Onze lições para o Brasileirão

Anotações mentais que compartilho com vocês após o fim do Estadual:

1) Elkeson tem que ser vendido. Se ninguém quiser comprá-lo, que seja barrado. Sua displicência é inversamente proporcional ao futebol que está jogando. E a empáfia dele joga contra o time: armação de contra-ataques cada vez mais perigosos, por bolas perdidas de forma displicente, foi a tônica desse início de temporada. Já não temos muito dinheiro – e fizemos um péssimo investimento.

2) Loco Abreu deu todos os sinais que não vai aguentar ser titular absoluto com a maratona de jogos até o Brasileirão. Ainda mais em um esquema em que fica isolado na frente. É preciso contratar um outro centroavante, de preferência alguém mais jovem e mais rápido.

3) Os jovens Jadson e Gabriel, que entraram no maior fogo (com trocadilho), se comportaram muito bem. Mostraram personalidade e podem ser boas opções para o banco.

4) Nenhum time sério será campeão sem laterais reservas e apenas mais um zagueiro à disposição. O erro de planejamento do departamento de futebol é gravíssimo, mais uma demonstração inequívoca de incompetência gerencial, justo o atributo mais apregoado pelo presidente do clube.

5) Oswaldo perdeu a decisão, como comentou a alvinegra Ana Telhado no Twitter, quando não substituiu o Lucas no intervalo da primeira partida. E quando cometeu o segundo erro, de não fechar o time para evitar goleada.

6) Herrera continua uma lástima. O Marcio Azevedo melhorou bastante, e agora ao menos deixou de ser horroroso – está chegando perto do razoável.

7) Nossa zaga titular nunca foi grande coisa, mas surpreendeu pelo entrosamento quando começou a jogar junta. Agora, Antonio Carlos e Fábio Ferreira se mostram desatentos e facílimos de serem batidos quando enfrentam atacantes rápidos.

8) Toda invencibilidade é mentirosa. Algumas são mais mentirosas do que as outras.

9) O futebol do Renato está sumindo. Discrição em excesso.

10) Não temos um grupo de jogadores capazes de disputar, de verdade, o Brasileirão.

11) No próximo domingo, na estreia contra o São Paulo, espero o mesmo espírito de luta demonstrado no segundo jogo da decisão do Estadual. É o mínimo que merecemos.

 

Anúncios

7 Respostas para “Botafogo 0 x 1 Grenás: Onze lições para o Brasileirão

  1. De todas, acho que a nº 9 é a que menos me preocupa. Acho que a lesão ainda não está 100% curada.
    No mais, assino embaixo.

  2. Eu to com medo de tudo!mas cansado tb de falar tantas coisas tb!e isso tem coisas que nem de hoje são!
    Pior que é assim!
    Abraço
    Igor

  3. Com relação a observação feita pela Ana Elisa, vale ressaltar que o depto. médico do clube é mais um setor que foi atingido por esta administração exageradamente incompetente. Vide o histórico da demora em recuperar jogadores fundamentais para a equipe. Pude notar no jogo de ontém, que o Felype Gabriel estava nitidamente na base do “sacrifício”. Comenta-se que o preparador físico que o sr. Osvaldo de Oliveria trouxe para o clube, está arrebentando os jogadores. Começo a imaginar como ficará a nossa situação numa competição do naipe do Brasileirão; são 38 rodadas com deslocamentos constantes por esta terra gigantesca e mais: haverão momentos em que serão disputadas três rodadas em uma semana. Fico pasmo com o planejamento amador, em pleno século 21, que este arremedo de diretoria insiste em preservar. O Botafogo possui uma mania inquestionável, não aprende com os erros e pior, torna a repetí-los.

    Outro detalhe: O sr. Anderson Barros não suporta o Jóbson, o mesmo não pode proferir um A que já é repreendido e automaticamente suspenso. Assim como não tolera bons jogadores das divisões de base; vide o exemplo do bom atacante Alex, que o mesmo tratou de emprestar para o Joinville, afim de ganhar mais “experiência”….
    O BOTAFOGO NÃO MERECE ISTO !!!!

  4. Reflexões:
    1) Pelo cofre que abriu e pelo elenco que montou, o Fluminense só não seria campeão se tirasse o pé do acelerador ou se houvesse uma operação Caixa D’água;
    2) Dos 04 do Rio, o BFR foi aquele de melhor rendimento, em função de investimento e arrecadação/2011, satisfazendo os seus patrocinadores. Eu, como torcedor, é óbvio que eu queria mais;
    3) O Élkison não precisa mais provar seu potencial futebolístico. Ele precisa buscar, entre outras coisas, o equilíbrio emocional. Em um elenco mais qualificado, em que ele só permaneça em campo quando estiver em grande performance, será melhor para ele e para o clube;
    4) Prefiro terminar o Estadual com o Gabriel do que um lateral de ofício, meia boca. Pena que o Gabriel não foi mais preparado durante o Estadual.
    5) Jogador mala se apega, vai até o final do contrato;
    6) Quanto mais limpo for o campeonato Estadual, menor será a presença de Urubus.

  5. Enquanto aquele cancer do Anderson Barros estiver por lá, tudo será feito para prejudicar o Botafogo. Se eu trabalha-se no Framengo sendo Botafoguense também deixaria várias falhas para nos jogos capitais o time da beira da Lagoa se fufu !
    Só o nosso pseudo presidente é que não vê isso.

    Saudações Botafoguenses

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s