Botafogo 3 x 1 Friburguense: Tarde vazia

Em jogo sonolento, o Botafogo garantiu sua classificação contra o fraquíssimo Friburguense e, de novo, demonstrou que o Estadual carioca não serve de parâmetro nem para torneio interestadual de pelada.

Muitos erros de passe, muito preciosismo na finalização, muita decepção com Andrezinho (“a grande contratação do ano”, lembram?) e muita displicência no setor defensivo – não é mesmo, Antônio Carlos?

Por outro lado, alguma melhora do Elkeson (em especial no primeiro tempo), alguma evolução do Márcio Azevedo, alguns bons passes do Fellype Gabriell, uma boa finalização do Loco Abreu (gol), duas boas finalizações do Herrera (dois gols). E, pela enésima vez, a chance aproveitada pelo Jefferson de provar que é o melhor goleiro do Brasil ao defender penalidade inventada pelo juiz.

Se querem saber, acho que a vitória não deu nem para o gasto. Pois poderíamos, em troca das duas horas na arquibancada ou diante da tevê, termos visto um time com ímpeto de ganhar – como em boa parte do segundo tempo contra o Guarani. Mas, não: o Botafogo quis correr riscos e demorou anos para liquidar uma partida que deveria ter sido resolvida já no primeiro tempo, diante da fragilidade técnica do adversário.

No mais, só lamentar a desnecessária bravata do Oswaldo de Oliveira ao fim da partida, andando de braços dados com os jogadores em direção ao vestiário, como se estivesse saindo da Batalha dos Aflitos. Se quis demonstrar a união do grupo com a comissão técnica, por conta das vaias de muitos torcedores, o tiro saiu pela culatra: seu gesto, se era para ser dramático, foi simplesmente patético.  Há quem discorde frontalmente dessa análise, como o pessoal do Movimento Carlito Rocha, que saudou a inteligência e a esperteza do treinador e criticou os torcedores que vaiaram. Você pode ler a opinião deles aqui:

http://www.movimentocarlitorocha.com.br

Ah, e a imperdoável lambança do Antônio Carlos no gol do Friburguense merecia uma punição tão alardeada quanto a suspensão aplicada pela indisciplina do Jobson.

Foto: Lancenet!

Anúncios

10 Respostas para “Botafogo 3 x 1 Friburguense: Tarde vazia

  1. Bem !!! Já que tocou no assunto Jobson eu acredito que alguma informação me falta. Apenas soube do desconforto muscular antes do jogo contra o Guarani e o posterior bate-boca com um fisioterapeuta. Aí a “suspensão” que será “decidida” na segunda-feira. Hoje no SporTV o comentarista pegou pesado com o Jobson, como se ele tivesse sido flagrado com crack. É tão somente isso mesmo ou tem mais ???
    Abraços,
    Luis Celso

  2. Amigos, assisti a Botafogo2x1Guarani no “Brinco de Ouro”, e 3×1 no Friburguemse pela TV. Vi o mesmo jogo de vocês, obvio. E não entendo a gritante sonolência do time em momentos onde existe um aparente domínio. Quando a coisa aperta, aí o time resolve correr. Ocorreu exatamente a mesma coisa nestes dois jogos. Os jogadores se esmeram nas jogadas de efeito, e recuam bolas em nível de peladoras do “bola murcha”. Passes na fogueira, um ultimo passe onde o certo era chutar a gol, etc.
    E certo que o time esta invicto. Também e certo que quase cai em casa diante do Treze-Pb.
    Ô Seu Oswaldo: Vamos parar de fazer fita e vamos botar estes caras pra jogarem a serio. Não são craques, por isto mesmo devem levar a serio estes jogos.

    • Anônimo, em duas palavras, você sintetizou o motivo da insatisfação de parte da torcida: “gritante sonolência”. E ainda chamou atenção para um fato que está se repetindo em demasia – os passes na fogueira, tanto no ataque como na defesa: Elkeson e Antonio Carlos são os especialistas na matéria.

  3. Eu achei que o Botafogo jogou bem ofensivamente e mal defensivamente, mas de maneira geral fiquei satisfeito, pois vejo o time evoluindo aos poucos. É claro que houveram muitos erros, mas o time hoje está bem melhor do que no começo do ano, então vejo que a tendência é ir melhorando e consertando os erros de passe e da defesa.

    Eu prefiro focar nesses pontos positivos do que nos negativos que o time ainda apresenta. E, sinceramente, acompanhando os jogos dos rivais, só vejo o Botafogo pior do que o Fluminense e no mesmo nível do Vasco.

    Enfim, não vejo razão para vaiar um time em começo de temporada que vem apresentando uma evoução lenta mas consistente a cada rodada.

    • Augusto, em primeiro lugar, bem-vindo!
      Bem, é muito bacana perceber que você também percebe um desnível entre ataque e defesa, e acredita que há uma melhora jogo a jogo. Quanto ás vaias, acho que tem a ver com a “gritante sonolência” bem definida no comentário abaixo. No fundo, Augusto, acho que as vaias são direcionadas à diretoria que não ofereceu peças de reposição para o ataque nem para a defesa até agora, e já estamos a menos de um mês do Campeonato Brasileira.
      Volte sempre!

      • Bem, a sonolência que se abate em certos momentos dos jogos faz parte dos defeitos que ainda devem ser corrigidos. Eu só acho que o momento é de apoiar o time, estamos no começo da temporada.

        Já faz um tempo que me incomodo com essa cobrança da torcida nos momentos errados. É claro que passamos por momentos decepcionantes na história recente, como no ano passado, mas eu vejo muito pouco apoio quando o time está bem e uma cobrança muito forte quando o time não está tão mal assim.

        E se a insatisfação é com a diretoria, a cobrança deve ser direcionada a ela, não aos jogadores.

        Você não acha que essas vaias constantes atrapalham o clube?

        Um abraço.

  4. O fechamento do post com a lembrança da besteira feita pelo Antônio Carlos foi bom e a cena foi patética. Só faltou depois daquela ele pedir pra sair pra poder tirar uma soneca sossegado no vestiário. E notem a preguiça do indivíduo: após ter dado a bola de presente para o atacante do Friburguense (time que não pode estar na primeira divisão no Rio), ficou só observando o desfecho da cagada que fez, sem se dispor sequer a dar uma corridinha e tentar limpar a lambança. Grotesco !!! Com esse time, vamos conviver frequentemente com a zona do rebaixamento no Brasileirão, liderados e conduzidos para lá por “craques” como Herrera (não sei como a torcida apoia esse cara), Lucas (bem conversado o Figueira não aceita ele de volta não, hein ?) e Márcio Azevedo (jogador com futebol e cabeça de terceira divisão).

  5. As vaias deveriam ser um atributo mais freqüente à “nassão do lixão”. A nós Botafoguenses, caberiam criticas mais propositivas e produtivas.

    De maneira individual, que acho muito errada, acho que já acionei até a mãe do M. Assunção, no Uruguai, quanto à preocupação pela lateral esquerda. No presente, sabemos que se o Marcio Azevedo jogar tudo o que sabe será preocupante, imaginem se entrar em campo abaixo de vaias. É preciso sim, achar uma maneira coletiva de questionar o Anderson pela mal contratação. Dirigente do São Paulo pode rasgar dinheiro, mas do Fogão não!

    Ano passado, analisando do Nova Iguaçu conta Vasco e BFR, enchi o saco dos dirigentes para que investigasse o potencial do Cortes.
    Hoje, 2012, com saudade dos passos longos do Cortes e traumatizado com os passos curtos do M.Azevedo estou enchendo saco dos caras p/ investigarem o Jesus (Alianza Lima-Peru) para salvar a lateral esquerda.

    Saudações Gloriosas!

    Cléto Martins.

    Notas:
    1) Nosso foco é o BFR, é a defesa do Osvaldo. Mas é imprescindível analisar também a defesa do Abelão, Felipão e outras, para uma análise mais interessante.
    2) Ontem, o poderoso Guarani colocou o barcos cheio porcos a naufragar.

  6. Os erros de passe devem ter sido por excesso de obediência ao Osvaldo Oliveira, pois o time tocou a bola como nunca, quase não houve aqueles chutões. Só acho que que para tocar certo tem que aparecer alguém. E os jogadores não aparecem ou porque estão cansando (geralmente antes das metades dos segundos tempos) ou porque ainda não assimilaram o jeito Barcelona que o OO está buscando (tudo bem, exagerei um pouco). Aliás, cadê o tal acompanhamento de primeiro mundo das condições físicas dos atletas? Volta e meia tem que poupar um por “risco de lesão”.

    Abraço,

    Carlos L.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s