Moral da história

Depois da bisonha desclassificação canarinho, nada a declarar. Apenas algumas rápidas reflexões.

Mais vale um Lucas Zen do que um Lucas Leiva, nada zen na hora da decisão.

André Santos teria que jogar muito para conseguir ser reserva do Márcio Azevedo.

Bem-vindo de volta, Jefferson.

De novo, Loco Abreu e Arévalo já foram mais longe na Copa do que o Brasil.

Anúncios

2 Respostas para “Moral da história

  1. Não gosto do modo com a “seleção da CBF” vem sendo escolhida, nem como os interesses da poderosa e empresários influenciam o futebol no Brasil, também detesto as seleções da Argentina e do Uruguai e por tabela não gosto de Herrera, Arévalo e principalmente do caneludo enganador LA, que é apenas bom de papo, mas, como alguns botafoguenses adoram um salvador, o escolheram para ídolo. Sou saudosista e ídolo se fabrica em casa, é mais barato e tem algum agradecimento ao clube.

    Saudações BOTAFOGUENSES.

  2. vc e demais aposto que nunca ia acontecer isto fogão vc vai entrar em campo e aposto que vc vai guanhar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s