Botafogo 1 x 0 Santos: Elkeson é maior que Keirrison

Toda vez que tem Botafogo x Santos, a gente lembra que Garrincha é maior que Pelé.

Nesse sábado, foi dia de perceber também que Elkeson, mesmo desentrosado e fora de ritmo, é maior do que o precocemente decadente Keirrison – e olha que a gente quase ressuscita o antigo K9 no finzinho da partida.

Pois bem, meus amigos, a rodada dupla foi bem animada nesse sábado: na preliminar, o maior clássico do século 21, acabou com a vitória do Barcelona.  No jogo principal, o maior clássico do século 20, deu Botafogo.

Agora fora de brincadeira, o que vale mesmo dessa vitória são os três pontos, obrigatórios diante de um Santos desconjuntado e um pouco desinteressado – parece que os reservas estão conformados em ser banco do Neymar, Ganso e Companhia.

Fizemos um primeiro tempo de razoável para bom, com destaque para a movimentação do Everton e a desenvoltura do Elkeson. Com os constantes apoios do Cortês, apareceram triangulações perigosas e que garantiram volume de jogo ofensivo. Atrás, Alessandro discretíssimo e o trio ferrolho ACarlos – FFerreira- MMatos voltando a jogar com mais segurança.

Aliás, me parece que o Marcelo Mattos joga mais sem o Arevalo, pois fica como primeiro volante.

A decepção foi o Alex, que errou tudo que tentou, e a constatação que Maicosuel ainda está muito longe do jogador que nos encantou. Ainda parece sem total convicção para tentar suas jogadas características, de arranque e velocidade – nada que não possa melhorar aproveitando os intervalos longos, de 1 semana, entre um jogo e outro.

Na segunda etapa, entraram Cidinho (ainda muito fraco fisicamente pra o jogo duro profissional), Thiago Galhardo (que sofreu um pênalti, não marcado pelo careca Heber Lopes) e Caio (nitidamente abalado pela reserva, mas ainda assim comprometido em fechar e garantir o resultado). Mas o Botafogo perdeu fôlego e só não tomou o gol do empate porque o time reserva do Santos estava muito apático. “Foi um jogo muito ruim”, detonou o Muricy. Ele tem razão, se pensarmos apenas no segundo tempo.  Mas esboços de um entrosamento apareceram na primeira etapa e acho que é pelo que vimos naqueles instantes é que podemos ter esperanças de melhoras na próxima partida.

Enfim, de zero a 10, daria nota 4 para a atuação do time. Como o primeiro jogo foi nota 1, tivemos uma discreta evolução. Pra ganhar esse jogo, foi o suficiente. Pra o campeonato, ainda é preciso muito mais trabalho.

PS: Tô gostando de ver o Lucas Zen. Discreto, pode ser a nossa grande revelação do ano.

Anúncios

9 Respostas para “Botafogo 1 x 0 Santos: Elkeson é maior que Keirrison

  1. O Lucas Zen joga com uma calma e tranquilidade incríveis para alguém tão novo! Um grande achado das categorias de base!!!

  2. Amigos, Aproveito o espaco para reconhecer o bom trabalho executado pelas areas de Marketing e Patrimonio do nosso querido Fogao.
    Estive este fim de semana no Rio e pude constatar a boa conservacao da nossa sede em Gen. Severiano, a nova linda loja com uma variedade de artigos digna das melhores lojas de times europeus. E o excelente estado de conforto, limpeza e conservacao do Engenhao. O Estadio esta maravilhoso, o estacionamento perfeito, a distribuicao da revista chamara “Preliminar” que serve como uma programacao pre jogo. As acoes de homenagem a Tulio, os campeoes do Beach Soccer e a Beth Carvalho. O Dirigivel, etc.
    Eu que tanto critico nossos dirigentes, quero dar os parabens aos responsaveis por tudo isso.
    Entendo que o carioca reclame da distancia e da dificuldades de acesso. Mas, garanto a voces, com a rodagem que tenho de estadios brasileiros acompanhando serie A a D, eh dificil encontrar algo semelhante. Talvez a Arena da Baixada possa dar conforto neste nivel.
    Quanto ao jogo, valeu pela vitoria e pra confirmar meu comentario sobre o Lucas Zen do jogo em Rio Preto.
    E.Sales

  3. Companheiro, comecei a ler seu artigo já com alguns comentários em mente. Cada parágrafo seu eliminava um tópico meu. Zerei no final.
    Abraços,
    Luis Celso

  4. O fim de semana ficou completo, após a boa atuação de JOBSON, tomara que acerte a cabeça e não seja punido no tribunal da Europa. Esse rapaz tem tudo para ser um dos melhores atacantes do futebol brasileiro e foi o que de melhor apareceu em GS, nos últimos tempo, melhor até do que MAICOSSUEL. Não é segredo que não gosto do modo como o BOTAFOGO joga com Loco Abreu e Herrera. As vitórias acontecem porque ninguém pode perder todas, mas, sou mais a bola rolando do que chuveirinho.
    San

  5. Jóbson acabou com a festa da raça! hahahaha…

  6. Nesse início é complicado exigir mais futebol desse time atual. O Botafogo vai melhorar quando tiver todos os jogadores a disposição. O meio vai ficar bem interessante, por exemplo. Tem que pelo menos fazer a sua parte dentro de casa até a formação ideal desse time.

  7. Marcelo, neste final de semana, o melhor jogador do Botafogo foi, sem dúvida… o Jobson!

  8. Parabéns, ao Rene Simões, pela sua inteligencia e sabedoria no trato com o Jóbson. O futebol agradece.
    Uma coisa é voce tratar a ovelha negra da família, e a outra, é voce tratar a galinha dos ovos de ouro!
    Saudações Gloriosas!
    Cléto Martins.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s