Botafogo 0 x 2 Império do Mal: Um time em formação

Decepcionante a atuação do Botafogo no clássico.

Mas, infelizmente, bem representativa do atual elenco alvinegro. Não adianta um técnico tentar mudar um padrão de jogo se não há muitas peças com o mínimo de competência para efetuar essa alteração.

E, outras, que se acreditava possíveis de encabeçar essa mudança, se mostram indignos de serem titulares alvinegros – não é, Herrera?

O argentino, por sinal, continua em sua feroz e incansável briga com a bola. O máximo que conseguiu nesse domingo foi arrancar dois ou três escanteios – é muito pouco para um atacante titular, não?

Já a limitação de Bruno Tiago fica mais nítida quando ele entra com a função mais de apoiar do que de marcar, já que havia Arévalo e Marcelo Mattos com essa função. Acho que o Caio Júnior já percebeu que não vai dar certo tê-lo como titular – tanto que, devido ao fraquíssimo rendimento do BT na 1a etapa, colocou o Lucas em seu lugar, melhorando o time no início do segundo tempo, quando o Botafogo teve o seu melhor momento na partida. E o Everton, sozinho na função de criação, vai depender de lampejos ocasionais.

Com a má atuação de Bruno Tiago e a péssima de Herrera, Somália tentando se virar pra ficar como marcador e Alessandro em mais uma noite de Alessandro, o ataque alvinegro quase morreu de inanição.

Talvez essa tenha sido uma das partidas do ano em que o Botafogo teve menos chances de gol. E, depois que o adversário achou um gol numa mistura de sorte e de desatenção tríplice (Arevalo-Alessandro-Somália), ficou ainda mais difícil.

As substituições seguiram o que parecer ser o padrão do novo técnico:  Lucas no meio no lugar do BTiago, Guilherme no lugar de Somália (o garoto pouco aproveitou a chance), e, a mais questionável, Caio no lugar de Everton – quando, para mim, Herrera é que deveria ter saído (e já no intervalo).

Mas não renderam e, exceção de um chute perigoso de Marcelo Mattos, o Botafogo nada criou de relevante – Loco Abreu, isolado, nem como pivô se destacou. Foi um time aprisionado pela limitação técnica e, quase sempre, inofensivo. O segundo gol, num vacilo da dupla de zaga, só sacramentou um jogo que estava perdido.

Então, meus caros, Caio Júnior precisará de muitas peças para formar um time realmente competitivo para o Brasileirão. Fábio Ferreira e Maicosuel fazem muita falta – mas não podem carregar sozinhos a responsabilidade da mudança de comportamento do time na principal competição do ano. Ainda mais quando o alvinegro tem entrado com 10 jogadores em campo, pois Herrera está muito abaixo tecnicamente de seus companheiros.

Enfim, muito trabalho pela frente. E a necessidade de reforços qualificados com urgência.

Ah, e quanto a Ronaldinho Gaúcho, tratado de forma ridiculamente puxa-saquista pelo SporTV, está de parabéns pela atuação impecável… como piloto de bonde. Santa Teresa o espera – ou, quem sabe, o bondinho do Pão de Açúcar?

PS: A foto do post não foi escolhida por acaso. Em vez de sujar as nossas retinas com alguma imagem de urubu, resolvi homenagear o time de juniores do Botafogo, que ganhou do Imperiozinho do Mal por 1×0, com gol de pênalti no último minuto e faturou a Taça Guanabara em partida disputada em Caio Martins na tarde desse domingo. Reforçada por alguns jogadores que já estão entre os profissionais, como Cidinho e Lucas Zen, a equipe conseguiu uma vitória sensacional. Então, a boa notícia desse domingo é essa: temos um time vitorioso em formação. Parabéns a todos os envolvidos.

Anúncios

6 Respostas para “Botafogo 0 x 2 Império do Mal: Um time em formação

  1. Caio,
    Voce vai ter que ralar muito. E nos teremos que ter muita paciencia.

  2. Companheiro, ainda outro detalhe que comentei no Orkut e com Amigos aqui em casa. O Botafogo já começou entregando a partida antes do jogo começar. Minha expressão correta foi: Perdeu o jogo antes dele começar.
    Quem viu o Botafogo entrar em campo com camisas pretas ? Quem viu as chuteiras do Loco Abreu ?
    E o menino “rubro-negro” sobrevivente da chacina ? Faixas Botafoguenses ??? Alguém escreveu na internet que o único menino morto era Botafoguense.
    Eu não teria coragem mas parabéns para os Mulambos. Exploraram uma tragédia a favor deles muitíssimo bem. Até sorriam enquanto exibiam o menino meio assustado.
    Paro por aqui.
    Abraços,
    Luis Celso

  3. Marcelo,
    Duas coisas me chamaram atenção ontem!
    Primeiro foi a torcida do esgoto da Gávea ter respeitado o minuto de silêncio. Segundo foi alguns meninos da escolinha de futebol do Botafogo, Estrelas do Futuro, cantando nosso hino e gritando junto com a torcida. Isso faz a diferença!
    Espero que os atuais dirigentes e todos que os apoiam estejam bem longe de GS, quando esses garotos vingarem. Caso contrário serão os futuros Wellington Júnior, Rodrigo Dantas e outros que se perderam pelo caminho.
    Abs e Sds, Botafoguenses!

  4. Marcelo, esqueci de comentar que esses garotos estavam na arquibancada com preparadores, técnicos e professores. Estavam ao meu lado, na oeste superior.
    Abs e Sds, Botafoguenses!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s