“Por que irei ao Engenhão” – Um depoimento

Pessoal, o E.Sales mandou um comentário para o post abaixo, mas achei tão bacana que trouxe para ser um post principal. Segue o relato dele sobre sua decisão de ir ao Engenhão no próximo domingo, mesmo com a frustração diante dos últimos resultados, e o que ele fará durante a partida.

“Comprei passagem e estadia para Botafogo X Gremio Genérico.
Não vou negar que também fui otimista, pois quando fechei o pacote para minha família (eu, esposa, dois filhos e nora), achei que sería espectador privilegiado da classificação antecipada à Libertadores. Venceríamos fácil pelo menos dois dos tres jogos (Avaí, Ceará e Inter B).

Com seis pontos na sacola, poderíamos empatar ou perder um dos jogos e chegaríamos ao jogo em pauta prontos para celebrarmos a classificação.
Teríamos hoje 4 ou 5 pontos a mais do que os míseros 56. Hoje seríam 60 X 57 do Gremio e 56 do Cap. Mais 3 contra o Genérico, 63. Tchau, gauchada!
Sonho meu! Os empates com os péssimos Avaí e Ceará e a derrota para o Inter B, não deixam esperanças de estarmos no G4. Mesmo assim, vou ao Engenhão e só vou vaiar o time no final do jogo. Da minha entrada até os 90min, vou aplaudir, cantar e rezar por um bom resultado. Não torço pelos jogadores que vestem a camisa do Botafogo hoje. Nem pelo Joel e muito menos pela diretoria e pelos empresários que nos impõem ridículas contratações.
Torço pelo Glorioso, não importa quem o represente. Torço pelo alvinegro mesmo que com alguns desinteressados e/ou irresponsáveis jogadores. Estarei lá para gritar:

Sou sou sou Bó tá fôooogoooo!!!

No final, vaiarei ou aplaudirei de acordo com a minha avaliação do espetáculo e seus protagonistas.

Até Lá!”
E.Sales

Anúncios

5 Respostas para ““Por que irei ao Engenhão” – Um depoimento

  1. Vá lá, meu querido Enilsinho. E torça durante os 90 minutos.
    Mas, fique certo de uma coisa: se o Botafogo não ganhar desse modestíssimo saco de pancadas que todo ano muda de nome e de cidade, os jogadores não merecem somente uma vaia – eles desmerecem a camisa que vestem. Por isso mesmo – com raras e honrosas exceções – merecem ser mandados embora. De preferência, pra bem longe…

  2. Um adendo ao comentário anterior; Depois da eliminação do Palmeiras da Copa Sul-americana, é (quase) certo que o 4o. colocado no Brasileirão estará na Libertadores.
    Então, é ganhar dos dois Grêmios e torcer para que o Atlético do Paraná não vença os seus dois restantes.
    Podem até dizer: mas, como ganhar do Grêmio, no Olímpico? Impossível, não é – basta seguir o exemplo do Goiás na quarta-feira: rebaixado para a segundona e com um pé na Libertadores!
    Tem é que ter mais raça e vontade ganhar…

  3. em partes o amigo tem razão….mas ninguém tem sangue de barata pra aguentar as trapalhadas do Joel e seus pupilos e a omissão do nosso capitão Lúcio Flávio….por mais que saibamos que o Botafogo é maior do que ele e do que nós, é difícil aguentar a tanta incopetência, pois tínhamos a vaga mãos e fomos perdendo para nós mesmos, atuando covardemente diante de times que não impõe respeito algum….

    mas admiro por sua valentia e otimismo…

    abraço!!

  4. Marcelo,
    Lendo o globo.com., deparo com a seguinte manchete:
    – “Time rebaixado é tratado como perigoso pelo Botafogo”.
    Essas são as palavras do maestro e responsável pela criação e meio de campo do time:
    – Para Lucio Flavio, perigo de novo relaxamento e motivação dos jogadores do Prudente são alertas em partida deste domingo”.
    Esse câncer precisa ser extirpado de GS! Não aguento mais isso! Temer um time de aluguel ou avaí, ceará, americano, são raimundo, santa cruz, é o final dos tempos.
    Pior de tudo é que os medíocres dirigentes e o covarde retranqueiro apoiam isso!
    Lendo o blob do PCGuimarães, transcrevo um trecho do comentário que ele postou do seu amigo e jornalista Lau, no qual me identifiquei muito.:
    “E o cara fica ali na arquibancada sofrendo, decantando veneno, amargura. Vai com o filho para o estádio para falar que o time é glorioso – e uma glória que não testemunho e que tem dúvidas se irá um dia enxergar”.
    Marcelo,
    Queremos jogadores com brio, garra, determação e raça!
    Chega de jogadores derrotados!
    Queremos o nosso Botafogo de volta!
    Como demora 2012!
    Abs e Sds, Botafoguenses!!!

  5. Li no Diário do Nordeste que o Fortaleza Esporte Clube está interessada em emprestar o Lúcio Flávio por dois anos . É verdade ??

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s