Botafogo 0 x 0 GGU: Ele cansou. Nós também

Joel falou, logo após o fim do jogo contra o GGU (Grêmio Grená Unimed): “Tô cansado, tô muito cansado”.

Diz que não vai falar de arbitragem, e fala de arbitragem: “É muito difícil, quase impossível”.

E, no meio de tanto cansaço e dificuldade, fala uma frase que passa batido mas que agride os tímpanos do torcedor alvinegro: “Nós melhoramos”.

Como, após oito empates, ele acha que o time melhorou? Como, se a insistência com a mediocridade (Lúcio Flávio) é a mesma, se o Botafogo entregou o meio de campo para o GGU e só o recuperou na parte final do primeiro tempo? Como se não há alternativas de jogada e a dupla Jobson/Abreu, pouquíssimo acionada, tem que tentar resolver tudo na base da individualidade? Como se, pela enésima vez, somos assombrados pela imagem do Leandro Guerreiro saindo com a bola dominada e agitando os braços por falta de alternativa para passá-la a alguém mais qualificado? Como se as substituições são sempre as mesmas (Edno, Caio) e não têm mais qualquer efeito prático em termos de volume de jogo? Como se o Cajá, por causa de uma partida ruim, foi condenado à reserva de um cara que se esconde durante toda a temporada?

Joel cansou. Deveria descansar para tentar algo diferente.

E, se ainda assim continuar cansado, tem gente disposta a trabalhar.

No mais, é meio melancólico pensar em escolher o melhor em campo e, novamente, lembrar do Jefferson e de mais ninguém. E se fosse o Julio Chester ou o Castillo, hein? Em que posição estaríamos na tabela?

Foto: Site Terra

Anúncios

14 Respostas para “Botafogo 0 x 0 GGU: Ele cansou. Nós também

  1. Empates, empates e desculpas…

    O Caio não consegue ficar em pé…

    O Edno tromba e fica reclamando de falta…

    Colocaram o Beltrame de novo!

    É brincadeira?

    http://generalseveriano.wordpress.com/2010/10/18/o-rei-do-empate/

  2. A LIMITAÇÃO DO JOEL ESTÁ CANSANDO ATÉ ELE MESMO!
    Daí a explicação p/ o Joel não gostar e não estar capacitado p/ Brasileirão de ponto corrido. O campeonato exige força, equilíbrio, determinação, rabo e muita inteligência. Com determinação e rabo, dá apenas p/ encarar um Estadual. A insistência do Lucio Flavio em campo, como uma engrenagem sem dentes, também é um dos motivos p/ estiramento muscular de outros atletas (outras peças).
    O Cajá não é o meia de nossos sonhos, mas todos sabem que articula, movimenta e se apresenta muito mais que o LF.
    Nota: Quando se lança o Fahel em uma partida do Brasileirão, como volante, também vira um dos motivos p/ estiramento muscular de outros atletas (outras peças). Leva cartão amarelo com 5 minutos do 1º tempo, vive na iminência de ser expulso e é horroroso no passe. O Fahel é o anulador de contra-ataques.
    Saudações Gloriosas
    Cléto Martins

  3. com o LF em campo, nossa saída de bola para o ataque é através dos chutões em direção ao Loco Abreu….o Cajá deve ter feito algo pro Joel, porque é impossível o cara sequer entrar na partida….

    enquanto passamos semana pós semana reclamando sempre das mesmas coisas (JS, FAHEL, LF, ALESSANDRO) o nosso amado Botafogo continua empatando e empatando sem parar….

    nós todos já cansamos…

    • Pois é, Fernando, fica só na base do chutão, sem triangulação, ultrapassagem e com o LGuerreiro abanando os braços ridiculamente pedindo pra alguém se apresentar pra receber a bola enquanto o camisa 10 se esconde atrás dos marcadores. O time fica sem volume de jogo – basta comparar com o Cruzeiro.
      Abs e SA,

  4. Marcelo,
    Presidente, diretores e gerentes frouxos que permitem a indicação de dois safados, Beltrami e Marcelo, para sorteio.
    Técnico covarde e que insiste com os mesmos jogadores que entregaram títulos e jogos.
    Jogadores medíocres e sem sangue como lento flavio, cone fahel e outros.
    Joel estamos mais cansados que você!

    Abs e Sds, Botafoguenses!!!

  5. Pois e, Marcelo, agora que voltou o G-4, quem sabe com 3 vitorias seguidas (Vitoria, Atletico Mineiro e Atletico Goianiense – so repetir o primeiro turno) voltamos a sonhar com a Libertadores…

    • pois é, Pereirão, mas a diferença é que dessa vez não temos Maicosuel, Herrera, Fábio Ferreira nem (ao menos para o primeiro jogo) Antonio Carlos. Então quem sobrou vai ter que mostrar muita gana pra compensar a ausência dos que não podem mais garantir os três pontos pra gente…
      no sábado, contra o Vitória, só interessa a Vitória!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s