Botafogo 1 x 1 vasco: Tudo de ruim- A Crônica do Pereirão

Não pude ver o jogo, mas, como vocês devem ter percebido no post anterior, acertei o placar. Agora só faltam os números da MegaSena…. Enquanto a sorte grande nãovem, deixo vocês com a análise crítica do Pereirão que, atendendo a uma convocação extraordinária, topou assistir ao jogo – e pelo (não) visto, foi um sacrifício para ele e para todos…

Crônica (bissexta) do Pereirão: Tudo de ruim

Um jogo ruim, um resultado ruim para os dois clubes – e uma arbitragem ruim. E’ o lamentável resumo de uma partida entre dois grandes clubes cariocas  – o que demonstra o que sempre se disse aqui: o futebol do Rio, a não ser naquele episódico título do flamengo em 2009, não tem condições de competir de igual para igual com o futebol de São Paulo.

Depois de assistir a uma partida eletrizante, entre Corinthians x Santos,  com 6 gols, jogadas de alto nível e exibição de jogadores de excelente quilate técnico, como Ganso e Dentinho, agüentar um Botafogo x vasco, jogando quase nada, foi um sacrifício em nome do filho…

O jogo, com poucos lances de emoção, mostrou que os dois times têm que melhorar muito se quiserem, realmente, lutar por uma vaga na Libertadores ou mesmo na Copa Sul-americana.

Em uma noite em que tudo foi ruim, o pior mesmo foi a arbitragem do Sr. Carlos  Simon que vai apitar no próximo mês na Copa do Mundo. Deixou de dar um penalty claríssimo do zagueiro vascaíno em Lúcio Flávio, inverteu faltas e cozinhou o jogo até o seu final.

Diria que foi uma arbitragem à altura do espetáculo. Lamentável.

E o pior é que o Botafogo já contabiliza dois empates – ambos em casa. E todos se lembram do ano passado, quando o rosário de empates, nas mãos de Ney Franco e Estevam Soares, quase nos leva à segunda divisão.

Enquanto isso, o fluminense, que começou tão mal,  perdeu 2 vezes, mas ganhou três – em campeonato de pontos corridos, todos estão carecas de saber, é melhor perder dois jogos e ganhar um do que empatar três vezes.

Te cuida, Joel!

De bom mesmo, para salvar a noite de domingo, foi a bola de cristal do Fire Pereira que acertou em cheio – Botafogo 1 x 1 Vasco.

E, preparem os nervos, porque na quarta (ou quinta?) vamos pegar o Atlético Paranaense mordido pela goleada que levou do Internacional. E vai ser na Arena da Baixada.

Que Deus nos proteja!

C. Pereira é alvinegro e, de vez em quando em circunstâncias extremas, vai para o sacrifício – tudo em nome do filho e do Botafogo...

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s