Botafogo 3 x 3 Santos: Caio é mais importante que Neymar, percebeu Joel?

1/38

O Joel de novo abusou da sorte e deu chances inteiramente desperdiçadas pelo Cajá e Túlio Souza.

Novamente, portanto, o Botafogo entrou com poder zero de criação e entregou o meio de campo para o time mais tecnicamente preparado do Brasil no momento. Mesmo desfalcado, o Santos joga por música, como observou o Pereirão – o time do Dorival Júnior está afinadíssimo.

Então, a igualdade do primeiro tempo até que nos deixou no lucro, pois só jogamos bem entre os 15min e os 25min.

E, na segunda etapa, com as entradas de Caio e Edno, enfim o time teve poder ofensivo – mais pelo primeiro do que o segundo.

Aí vem a observação principal desse post. No momento, Caio é mais importante para o Botafogo do que o Neymar para o Santos. Até porque não temos Ganso nem Robinho, certo?

E foi por conta dele, e enfim cruzamentos certos do Marcelo Cordeiro, que arrancamos o empate nos últimos minutos com uma cabeça certeira do Herrera, o nosso Diabo da Tasmânia – Ele é argentino e não desiste nunca.

Precisamos de um camisa 8 e de um camisa 10.  Antes que eles cheguem, o Caio tem que ser efetivado.

Futebol é simples, Joel. Você, mais do que ninguém, sabe disso. Quer uma sugestão? Sandro Silva e Caio no lugar de Cajá e Túlio Souza, já no jogo contra o São Paulo.

Agora, vamos ao que o povo gosta – as atuações:

Jefferson – Sem culpa nos três gols, sem grandes defesas. Nota 6

Alessandro – Ganhou quase todas as disputas individuais, mas dois gols santistas foram nas suas costas. Nota 5

Fábio Ferreira – Discreto, ganhou muitas por baixo, mas cometeu falha de marcação no terceiro gol do Santos. Nota 4

A. Carlos – Dois gols de oportunismo típicos de centroavante. Lá atrás, alternou bons e maus momentos, errando o timing de marcação. Nota 6,5

Fahel – Apesar da evidente limitação, ainda é o mais eficiente dos três zagueiros. Deu até um lençol em um adversário: tomar chapéu do Fahel é para constar no currículo. Nota 5

Somália – Dessa vez o improviso do Joel não funcionou. Sem senso de marcação pela esquerda, ainda falhou feio no segundo gol. Melhorou na segunda etapa. Nota 4

Leandro Guerreiro – Alguns desarmes, vacilos que irritaram sobremaneira o Pereirão e muita dificuldade para apoiar. Nota 5,5

Túlio Souza – Nada produziu e nada marcou. Desempenho sofrível, bem abaixo das finais da Taça Rio. Nota 1

Renato Cajá – Nada marcou e pouquíssimo produziu. Desempenho quase invisível, abaixo das finais da Taça Rio, quando já não tinha sido grandes coisas. Nota 2

Herrera – Muita briga, mas poucas criações de chances de gol. Mereceu o tento que marcou. Nota 6,5

Loco Abreu – Ninguém cruzou uma bola na sua cabeça, limitou-se a jogar (bem) como pivô e nada mais. Nota 5,5

Edno – Entrou no segundo tempo com muita marra, mas pouco resultado prático. Errou cruzamentos fáceis e passes igualmente previsíveis. Mas cada vez mais desconfio que, ao entrar com a missão de voltar para iniciar as jogadas e sair em velocidade, está jogando fora de posição  – talvez possa ser testado no lugar do Loco, como referência na área. Nota 3

Caio – Em 45 minutos, produziu mais para o time do que Cajá e Túlio Souza juntos. Novamente, criou a jogada do gol e obteve a expulsão de um adversário – e olha que não estava especialmente inspirado. Tem que ser titular. Nota 7,5

Marcelo Cordeiro – Em pouco mais de 10 minutos, dois ótimos cruzamentos. Poderia ter entrado mais cedo, mas entendo a opção do Joel em não escalá-lo desde o início diante de um ataque rápido como o do Santos. Mas contra Ceará, Guarani e outros times, não tem desculpa: tem que ser titular. Nota 7

Joel Santana – Errou na escalação inicial e fez as mudanças previsíveis que dessa vez não foram tão eficientes como outras vezes. Tem que achar um meio de campo. Nota 4

Torcida do Botafogo no Engenhão – Público de 25 mil pessoas na rodada inicial do Brasileirão foi sensacional. O grito de “É campeão” na entrada do time foi de arrepiar. Apoiou o time na hora certa. E o coro “Ah, o Caio é melhor do que o Neymar” não poderia ter surgido em melhor hora. Nota 10

Anúncios

7 Respostas para “Botafogo 3 x 3 Santos: Caio é mais importante que Neymar, percebeu Joel?

  1. Um bom jogo para início do campeonato. Consegui ver o primeiro tempo, mas o Botafogo faz gente sofrer muito com os erros primários de alguns dos seus jogadores. Será que eles não conhecem a expressão “olha o ladrão” que até a minha avó gritava quando via um adversário chegar por trás e, mansamente, tomar a bola?
    E, outra coisa: cadê o meio de campo do time? O tempo que vi, a bola ia do zagueiro ou do goleiro para a grande área do Santos, naquele tipo de jogada que a gente dizia “olha o balão de São João” – sempre pelo alto.
    Resumindo: após o 3×3, achei bom ver as camisas do Botafogo e do Santos em um ótimo gramado, com uma torcida vibrante, em um jogo que se não foi um primor, teve aquilo a que assisti algumas vezes nos bons tempos de Garrincha e Pelé – muitos gols.
    Agora, se o nosso time não aproveitar estas 3 primeiras rodadas quando enfrenta equipes desfalcadas (Santos, S.Paulo e Cruzeiro), é se preparar para mais um ano de sofrimento…
    P.S. – Joel, está na hora de acabar com essa história de Caio “talismã”. Bota o menino pra jogar o jogo todo, caramba!

  2. Concordo, o Caio tem que ser titular desse time, é incompreensível ele começar o jogo no banco. Maicosuel tem que vir, mas se não der pra trazê-lo de volta, o clube precisa contratar alguém pra criar as jogadas, depender de Cajá ou Lúcio Flávio não dá. Precisamos, com urgência, de um camisa 10. E o que é essa defesa? Pra mim é o setor mais preocupante da equipe, dá muito mole, é insegura e passa o jogo inteiro doida pra entregar de bandeja a vitória pro adversário. Mas foi uma estréia mediana, o time briga, luta, nunca se entrega. Bem diferente do que nos acostumamos a ver nos últimos anos. É fortalecer o setor defensivo e trazer o Maicosuel que dá pra fazer bonito no Campeonato.

  3. Precisamos pra ontem de um meia ofensivo veloz e um xerife pra zaga.

    Com isso podemos (começar a) sonhar com Libertadores.

    No mais, o jogo foi bom, ainda mais para quem achava que seria uma goleada.

    E é importante ressaltar que, com o Engenhão cheio, NUNCA perdemos.

    Fica a dica, torcedor.

  4. certo!
    concordo com a titularidade do caio, marcelo cordeiro tem vaga nesse time fácil e o somália pode jogar no meio auxiliando pelas laterais na marcação… vamos ver o que o natalino prepara para o jogo contra os bambis, podemos conseguir uma vitória lá sim… eles devem ir com o time reserva (alguns jogadores). a torcida do Botafogo deu showww… linda, poderia ser assim sempre!

  5. Se no amistoso contra o coritiba, o melhor em campo foi o Loco Abreu (que não jogou), ontem o Maicosuel comeu a bola.

    Volta Mago!

  6. Muito bem sacado, Gustavo. O melhor em campo no sábado foi mesmo a lembrança do Maicosuel!

    Marco Henrique, concordo com você – Somália no meio seria uma boa, voltando com o Marcelo Cordeiro na esquerda, especialmente nos jogos contra times menos perigosos.

    Ana Elisa, bela lembrança. Os grandes vexames no Engenhão são sempre diante de poucas testemunhas… ainda bem, né?

    Raphael, acho que a defesa é fraca, mas está muito exposta pelo fato de o Botafogo não ter posse de bola no meio de campo – aí nem a Inter de milão consegue segurar o ataque adversário.

    Valeu, Rodrigo!

    Pereirão toca em ponto importantíssimo para as próximas rodadas – a hora de pontuar é AGORA, no início do campeonato, quando os favoritos estão com as atenções voltadas para outras competições ou ainda de ressaca por eliminações precoces (caso do Curíntia). Depois da Copa, vai ser briga de cachorro grande!

    Valeu, Rodrigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s