Botafogo 2 x 3 Santa Cruz: O mesmo filme de 2009. Alguém quer ver?

Botafogo na Copa do Brasil 2010:

São Raimundo 1 x 0 Botafogo.

Botafogo 4 x 3 São Raimundo.

Santa Cruz 0 x 1 Botafogo.

Botafogo 2 x 3 Santa Cruz.

Fim de participação na Copa do Brasil.

Duas derrotas – uma para um time da Série D, outra para um time que tenta chegar lá.

Seis gols tomados dentro de casa.

Me desculpem, mas em termos de jogos com resultados ridículos, eu acho um pouco menos vexatório perder para o River Plate no Monumental do que para o Santa Cruz no Engenhão .

Sobre o jogo, pouco a comentar além do que todo mundo viu.

O Joel errou tudo – da escalação inicial, com o invisível Eduardo, até as substituições, todas equivocadas. Edno, Caio e, especialmente, Gabriel não jogaram patavinas.

E os jogadores tiveram atuações bisonhas, indignas de profissionais – só dá para livrar a cara do Herrera e do Loco Abreu. O resto…

O que foi o lance de pelada do terceiro gol dos pernambucanos? Nenhum zagueiro conseguiu dar um chutão naquela bola?

E o Marcelo Cordeiro, que assistiu a toda partida de dentro de campo – não marcou nem apoiou?

Ah, e o Leandro Guerreiro, que faz questão de sempre se destacar nos vexames, não é mesmo?

Ok, o Jefferson falhou feio em dois gols. Mas, nas duas partidas, fez ao menos seis defesas dificílimas e pegou dois pênaltis. Tudo porque, assim como no Arruda como no Engenhão, o Botafogo não teve meio de campo e deixou o Santa Cruz jogar à vontade, brincando de tiro ao alvo com nosso pobre goleiro.

No mais, tudo muito parecido com a temporada 2009 até agora. Conquista ilusória de taça no campeonato carioca, vexames na Copa do Brasil. Para fechar, só faltam o vice-campeonato e a ameaça de rebaixamento.

Precisaremos ver esse filme de novo?

PS: Parabéns ao Santa Cruz. Jogou com fibra e vontade, respeitando a história de uma camisa tradicional e de uma torcida apaixonadíssima. Deu inveja.

PS II: Joel Santana, antes muito ocupado com inúmeras entrevistas, pode aproveitar agora o tempo ocioso no meio da semana para bolar uma forma milagreira de ganhar o Estadual. Por que a brincadeira de talismã perdeu a graça – e não por culpa do Caio.

Acréscimo do Vieira: No primeiro de abril, o Botafogo revelou-se uma mentira.

Anúncios

25 Respostas para “Botafogo 2 x 3 Santa Cruz: O mesmo filme de 2009. Alguém quer ver?

  1. Caro Blogueiro,
    Perfeito seu post. A raiva que dá é ver que os erros se repetem ano após ano. Devemos reconhecer a virtude do Santa Cruz, mas tomar um baile desses em pleno Engenhão é demais. Sabemos que temos um time fraquíssimo, mas o desinteresse de alguns jogadores não se justifica.
    Ou talvez se justifique uma vez que eles não estarão lá no ano que vem.
    Como pagar salário em dia para um time que fica na segunda fase do campeonato mais importante do primeiro semestre? Estamos reféns de campeonato estadual. E estamos reféns de empresários que ainda impõe a escalação de medíocres como esse Eduardo…
    Dá muita raiva…
    E parabéns ao Santa Cruz.

  2. Estou muito feliz com a vitória da cobra coral sobre o grande Botafogo carioca, vitória que dá moral ao time no Pernambucano. Obrigado pelos parabéns, estou torcendo pra que o Botafogo ou o flu seja campeão carioca, abraço!

  3. Revoltante! Nada descreve a raiva que sinto!
    Mas torcida que não vai ao estadio (menos de 5.000 presentes) merece sofrer.
    E olha que não tínhamos motivos para NÃO ir.

    Lamentável.

  4. Se não fosse o erro da Confederação Paraense de Futebol, o Botafogo teria sido eliminado ainda na primeira fase.Acho q o time da estrela solitária, precisa parar com negócio de Oba-oba, até porque não combina com a gente! Todos os títulos q ganhamos,sempre fomos jogados como “zebras”, vale lembrar Brasileiro de 95, Estadual de 89 , até mesmo o nosso último título de 2006.Ninguém acreditava no Fogão e acabo com o time Campeão! Agora em anos q o Botafogo era considerado o tal, o time deu vexame como 99, na final da Copa do Brasil q o time perdeu pro Juventude e em 2007 também,com aquele vexame em cima do River.. Agora, resta o torcedor botafoguense apoiar esse time, pras próximas batalhas q aparecerão pela frente.Nada de ficar culpando Joel Santana e falar que o talismã não existe mais e tantas outras baboseiras q aparecem por ai.. Chego a hora de apoiar esse time e pronto! Quem não quiser, peça pra sair.. Se é ruím com Joel Santana, pior seria sem ele.Talvez a galera prefira Ney Franco, Estevam Soares e outros q não ganham nada e ainda levam chocolate de 6×0!

  5. Como a Copa do Brasil, decididamente, não é (para nós, botafoguenses) o caminho mais rápido para a Libertadores, foi melhor perder logo no início. Assim evita-se repetir os vexames da desclassificação ante o Figueirense e da perda do título contra o Juventude, lembram-se? E sempre em casa, ou seja, jogando no Rio…
    E’ hora de repisar o óbvio – o time é limitadíssimo e o nosso Joel Santana parece que ficou deslumbrado com a conquista da Taça Guanabara e desandou…
    Perder o campeonato carioca, mais uma vez, será consequencia dos erros seguidos – e não será a tragédia do ano.
    Pior mesmo é enfrentar todo o campeonato brasileiro, pertinho da lanterna, sob a constante ameaça do rebaixamento.
    Isso é o que o torcedor botafoguense não suporta mais.
    Com relação ao jogo do Santa Cruz, o Botafogo tem o mérito de – mais uma vez – levantar cadáveres.
    Não foi a primeira e, certamente, não será a última vez. Quem viver, verá!
    E’ por essa e outras bem recentes que tomei a decisão e já há algum tempo – como sabem os leitores deste Blog – não tenho paciência (nem coração) para assistir aos jogos do alvinegro.
    Bafanas, bafanas…

  6. Inacreditável como as coisas para o Botafogo nos últimos anos, acontecem da mesma forma! Parece uma música engatada na velha vitrola da minha avó, que não sai do lugar. Sinceramente, nem assisto mais os jogos, pois já sei de antemão, os resultados. Querem saber o da final do carioca: Botafogo 1 e flamengo 2, aos 49 minutos do segundo tempo, ou seja, flamengo campeão do estadual.

  7. Eliminação merecidíssima!
    Parabéns, presidente Omissão!
    Depois de dois anos chegando às semifinais (2007 e 2008), conseguimos dois anos – tb seguidos – eliminados nas segundas fases!
    Abs e SA!!!

  8. Patricia só uma correção o placar será Botafogo 2 Flamengo 1 até os 48 do segundo tempo qdo o Flamengo fará o 2º e levará para os penaltis e Flamengo tetra …
    Dá muita raiva isso!
    Para mim o culpado por tudo isso é a torcida: quer torcida mais ridicula que a do Botafogo? Menos de 5.000 pagantes? Com o Botafogo na boa fase em que estava? É muito ridiculo … TORCIDA RIDICULA! O TIME É TEU REFLEXO!
    É só ver a torcida do Flamengo! Empurra o time o tempo todo. Se eu fosse jogador e olhasse, do campo, para aquela torcida na arquibancada, com certeza ficaria emocionado, com o ânimo lá em cima. Mas o que sente um jogador do Botafogo quando olha para as arquibancadas?
    P.S. Sou botafoguense. E fanático!!

  9. Sobre os comentários de Marcos: acho que é exatamente o contrário. Os clubes deveriam conquistar torcedores com grandes equipes, ídolos e títulos. Se a torcida não vai ao estádio, a culpa é do time fraco, desorganizado e desmerecedor de confiança, incapaz de motivar o comparecimento dos torcedores. Além do mais, que boa fase é essa? Ganhar a Taça GB na base da sorte contra times de maior qualidade? Eliminar o São Raimundo favorecido por uma decisão da Justiça Desportiva? Estar classificado para as semi-finais da Taça Rio com uma rodada de antecedência, beneficiado pela derrocada do Vasco da Gama e sem ganhar nenhum dos dois clássicos até agora disputados no segundo turno? Ter um time em que o destaque maior tem sido o goleiro? Ter sempre menor posse de bola que os adversários, sejam eles pequenos ou grandes? O torcedor tem todo o direito de reclamar e de não comparecer ao estádio – se assim julgar adequado, pois os fatos que estamos vivenciando são conhecidos e repetidos, sem nenhuma demonstração de que os dirigentes do clube tenham aprendido alguma lição. De que outra forma a torcida vai se manifestar? Muitos não admitem vaias e faixas nos jogos. Quanto à torcida do Flamengo, ela está de parabéns se realmente faz isso que você diz; vou acreditar na sua afirmação. Seja como for, acho que um botafoguense, ainda mais fanático, usaria como exemplos times como o Internacional, Grêmio, Atlético-MG, que enchem os estádios em jogos de meio-de-semana e não são rivais tão próximos, nem faria referência tão desrespeitosa à grandiosa torcida do Botafogo.
    Saudações Alvinegras!

  10. Linur,
    Só rindo do que você falou.
    Você não conhece a torcida do Flamengo? Então lhe sugiro ir aos jogos amigo. Se você não sabe em três anos tivemos três decisões contra eles. Perdemos todas elas. E não digo em campo, mas nas arquibancadas. A torcida do Flamengo comparece em peso, grita o tempo todo, empurra o time. A do Botafogo? Espera, como você mesmo afimou, um grande time, um time, por assim dizer, “merecedor” do seu apoio. A torcida do Botafogo é tímida, covarde, só vai aos estádios quando o time vai bem, e ainda assim, no primeiro erro de algum jogador, o crucifica como o pior jogador do mundo. A torcida do Flamengo, e de outros times que tem torcidas maravilhosas, comparecem quer seu time seja bom ou não, e gritam e o apoiam o tempo todo.
    Não acredito na sorte. O Botafogo ganhou a Guanabara porque foi merecedor. Foi melhor que Flamengo e Vasco. Agora porque perdeu para o Santa Cruz o time não é bom? Essa é mentalidade de botafoguense burro, que não sabe nada de futebol, que critica o time quando ele vai mal e o elogia quando vai bem. Isso é muito fácil. Mas o time do Botafogo é bom. Há uns 5 anos o Botafogo monta bons times para o carioca, que só perdem mesmo para o Flamengo, para sua torcida e seus juizes (hehehe).
    A torcida do Botafogo é grande mesmo, mas torcedor que não vai ao estádio e depois aparece na net para malhar o time não merece meu repeito não.
    S.A.!!

  11. Já que a torcida do Flamengo foi citada, gostaria de dizer o seguinte.

    A torcida do Flamengo só comparece em finais de campeonato, ao contrário das torcidas do Bahia, Santa Cruz, Corínthians, Atlético Mineiro, citando somente algumas. Estas, sim, comparecem e torcem do início ao final da maioria das partidas.

    Quando o Flamengo está em desvantagem no placar sua torcida fica calada, como se fosse formada por bonecos de vitrine. Isso aconteceu no segundo jogo das finais do ano passado, quando o empate do Botafogo aos 19 do segundo tempo fez a multidão do rebuliço ficar em silêncio por mais de meia hora. Aconteceu na final do Brasileiro, entre o gol do Grêmio e o empate. Aconteceu e acontecerá sempre, pois é uma torcida formada majoritariamente por gente que não se interessa por futebol. Comparecem aos estádios porque gostam de um rebuliço e pra se juntar a vândalos arruaceiros, que promovem depredações e são os grandes responsáveis pela violência nos estádios cariocas.

    Com todo respeito ao Marcos, considero sua citação em tom laudatório à referida torcida um grande equívoco.

    Saudações botafoguenses!

  12. A torcida do Botafogo não comparece aos estádios na mesma proporção que muitas de outros clubes. Os preços dos ingressos e o horário dos jogos não colaboram para o contrário.

    Como já foi citado, nossa torcida também não comparece porque não temos um time – agora mais do que nunca – confiável.

    Outro fator que desestimula a torcida a comparecer é a localização do Engenhão, combinada ao horário das partidas. Nos arriscamos a passear pela Linha Amarela de carro ou van fretada às 11 e meia da noite, ou nos arriscamos mais ainda a enfrentar um trem da Central ou um ônibus neste horário. Infelizmente o Rio é assim.

    Ao invés de ficar distribuindo entradas e uma série de benesses aos dirigentes das torcidas organizadas, a direção do Botafogo deveria trabalhar para bolar um sistema de transporte alternativo e oferecer ao torcedor independente um meio seguro para que compareça ao Engenhão em maior número.

    Saudações botafoguenses!

  13. Caro Marcos,
    pelos relatos que já ouvi de quem esteve lá, não é bem como você descreve o apoio incondicional dos rubro-negros. Muito pelo contrário: no último jogo, na semifinal, eles ficaram caladinhos desde o empate e a torcida alvinegra, mesmo em menor número, fez bonito. Idem no segundo jogo da final de 2009, após o nosso empate e até a disputa dos pênaltis.

    De toda forma, acho que a discussão é válida, mas considero desnecessária a generalização que resvala no desrespeito, como na afirmação “botafoguense burro, que não entende nada de futebol”. Ainda mais quando os argumentos anteriores foram expostos de forma respeitosa, como aliás sempre o fazem os alvinegros que vêm aqui neste espaço desabafar, externar ideias e debater pontos de vista, o que é motivo de orgulho para o Fogo Eterno.

    Então, podemos discutir, mas sem perder o respeito nem a elegância. Os adversários não estão entre nós, mas sim do outro lado da arquibancada. Ou temporariamente na diretoria e vestindo a nossa camisa, jamais dentro de nossa torcida.

    Saudações alvinegras!

  14. Meninos, sou botafoguense doente. Mas não aguento mais tantas derrapadas do Botafogo. É muito sofrimento. As vezes, embora não seja levada pelas supertições, começo a acreditar que o problema está na força negativa que envolve tanto o time, como a sua torcida. Parece que há uma corrente negativa sobre os condicionantes que regem o futebol do Botafogo. Daí, o velho ditado: “tem coisas que só acontecem com o Botafogo”. Vocês já pararam pra pensar que quando a gente está assitindo jogos do Botafogo, principalmente as finais, os nossos pensamentos sempre focam em uma derrota. A gente nunca consegue acreditar cem por cento no time. É uma coisa meio louca, mas é verdadeira. E nada justifica mais essa suposição do que o campeonato carioca passado: tivemos duas chances de vitória, e a taça erminou com o Flamengo. O engraçado é que o meu amigo, também Botafoguense, do alto da sua supertição, já tinha previsto tal situação, ou seja, mesmo com duas possibilidades de vitória, ele já tinha plena convicção que a taça ia para os urubus. E o pior é que não consigo me livrar disso. Parece uma maldição. É como se o futuro acontecesse antes do passado. Então amigos, estou começando a acreditar que a saída do Botafogo não está nos “craques” que possam vim para o time, ou em uma tal pancheta milagrosa, mas, sim, em uma certa lavagem espiritual na torcida, na direção do clube…O negócio mesmo é fazer um despacho, recorrer a pai de santo, a candomblé, a orações, a todos os santos… Então, saravá meu pai! Que Deus nos livre de tanto azar e supertição. Treze neles, Loco Abreu!

  15. Amigo, parabéns pela lucidez do seu artigo. Sou pernambucano e torço pelo Santa Cruz. Dos times do eixo sul/sudeste tenho o Botafogo como o mais simpático e chego mesmo a torcer por ele como faço no campeonato carioca. Vocês têm que acordar! O seu time é muito superior ao do Santa e mesmo assim jogaram pior nas duas partidas. Vão em frente! Quero ver o Botafogo campeão carioca. Exijam mais dos seus jogadores. Peçam contratações. Por favor não deixem o flamengo ( e a Rede Globo, por conseguinte) ser campeão.

  16. (Marcelo, me perdoe por insistir em um ‘sub-tema’, mas gostaria de relatar um fato ocorrido há pouco tempo. Nem comentei sobre a sua postagem, que está ótima, como de costume).

    Pois bem. Uma amiga – flamenguista, filha de outra amiga –, jovem de uns 23 anos de idade, me ofereceu um ingresso pra assistir ao jogo contra o São Raimundo. Eu disse: “Tomara que tenha sido aquele ‘pé-frio’ que desistiu.”

    Pra minha surpresa, o tal ingresso não era fruto de nenhuma desistência. Fazia parte de um lote de 50 (cinquenta!!!) ingressos que uma amiga sua – também flamenguista – estava incumbida de distribuir. De graça e com direito a ônibus fretado!

    Confesso que fiquei tentado a participar da ‘excursão’ pra ver de perto como a coisa funcionava, quem eram aquelas pessoas, como agiam e o que isso representaria em termos de comportamento de uma torcida – organizada; e ganha duas mariolas quem descobrir qual delas.

    Mas nem minha ‘curiosidade sociológica’ iria me levar a me juntar a festa de uma torcida organizada que distribui ingressos pra torcedores adversários, gente que dilui a intensidade da torcida com a presença de flamenguistas.

    ***

    Não pude ir ao jogo por vários motivos sem relação com os que relatei no outro comentário, pois quando posso, vou de carro, freto van ou vou de trem, mesmo. Na verdade, jogar com o ‘time reserva’ amanhã acabou se tornando um incentivo a mais, pra que eu vá checar de perto o pessoal que não vem jogando. O problema é sair de casa pra dar de cara com Eduardo, Alessandro e similares vestindo NOSSA CAMISA, e num Domingo de Páscoa.

    Saudações botafoguenses!

  17. firepereira
    peço deculpas se me excedi.
    mas discordo radicalmente de que a torcida é reflexo do time. Para mim o time é reflexo da torcida. Em todos os sentidos.
    S.A.

  18. Ah, Patrícia,
    Parabéns pela lucidez em seus comentários.
    S.A.

  19. A torcida tem q apoiar idependente do time montado.. Se o time é ruím , aí mesmo q tem q acontecer o apoío. Vcs esperam o q ? Que um dia volte Mané Garrincha e todo aquele time, q mais parecia seleção brasileira? Na próxima vida isso vai acontecer…

  20. Luiz,
    que história esquisita, hein? Em qualquer outro clube, seria motivo para investigação. No Botafogo, sabe como vai acabar, né…? De toda forma, valeu pelo relato.

    Patrícia, eu não acreditarei em superstição enquanto LGuerreiro estiver encarregado de aliviar a última bola do jogo e LFlávio de bater o último pênalti numa eventual final por penalidades. Acho que o azar persegue os perdedores por natureza, não o contrário. O problema do Botafogo, acredito, ainda dá para resolver no plano terreno – basta um pouco de competÊncia gerencial e muita eficiência dentro de campo. Perdemos a final de 2007 porque fomos garfados escandalosamente. E as de 2008 e 2009 porque tínhamos elenco bem inferior ao rival, já foi uma prova de superação chegar à final. Mas valeu pela sua participação, volte sempre!

    João Victor, o Santa Cruz é um exemplo nas arquibancadas para toda e qualquer torcida dos times do Sudeste. A fé inabalável de seus torcedores, mesmo diante de tantos insucessos, é admirável. Pena que vocês tiveram que nos tirar a vaga para voltar a repercutir nacionalmente, com direito até a imagens no Jornal Nacional… mas a classificação foi mais do que merecida e agora, na Copa do Brasil, eu torço pelo Santa!

    Marcos, valeu pelo retorno e pelas desculpas. Era mais uma questão de esclarecimento do que reprimenda, entenda dessa forma. A gente tem opiniões divergentes sobre a relação time-torcida, mas certamente concordamos que o Botafogo merece destino muito mais nobre, certo? Grande abraço!
    SA a todos!

  21. Hoje,deixando de lado as supertições que cercam a história do Botafogo, cheguei a um consenso : a escolha pelo Botafogo não é mero acaso, ou em vão. É, sim, pura PROVAÇÃO. E como toda provação é mágica, é surreal, as vitórias do time, também assim o são. E é por isso que nós torcedores botafoguenses sofremos tanto, até chegar aos momentos de glória. No entanto, depois do sofrimento tudo se torna mágico… Vai-se do calabouço aos píncaros da glória com o botafogo. É como o torcedor que queimou a camisa por concebê-la como símbolo de derrotas e, depois, em pouco tempo, pôde te-la de volta,autografada por um time de campeões. Como justificar esse contorno incrível de contradições que nos sufoca, mas que também nos deleita. O Botafogo é mágico! Sim, e a magia é algo que está além da filosofia, das teorias acadêmicas, do pragmatismo do futebol…Está na alma incansável dos guerreiros. De todos aqueles guerreiro alvinegros que, munidos de tanto amor, admiração e orgulho marcham em busca sempre, de uma vitória, memso que ela não venha, ou que venha sempre cansada, suada, sempre com gosto de superação, com gosto de magia. Fiz a escolha certa. Escolhi torcer por um time diferente, dos cultos, dos destemidos e, acima de tudo, daqueles que se guiam por suas próprias consciências. Temos uma “consciência de classe”. CLASSE BOTAFOGUENSE, imbatível, diferenciada. Avante guerreiros! a batalha só começou!

  22. A Patrícia está certa, torcer para o Botafogo é uma “predestinação celestial”. A vitória do Botafogo tem sempre um impacto maior pois todos sabem (muitos preferem não acreditar) que as coisas são manipuladas para sempre favorecer “vocês sabem quem”. Se não fosse o Botafogo, o futebol para nós não teria a menor graça. O torcedor do Botafogo não tem perfil de massa de manobra. Somos diferentes e os deuses do futebol nos enviam sempre sinais de que nossa “luta” vale a pena.

  23. Bem, eu sou Pernambucana e torcedora do Santa Cruz,assim como vocês botafoguenses estão sofrendo,nós tricolores também sofremos,estamos lutando para mostrar para o Brasil e principalmente para Pernambuco que o Santa sempre vai ser um time tradicional e de garra.
    Muitos torcedores de times rivais aqui de PE, dizem que o Santa estava falindo,se acabando, mas estamos conseguindo reverter isso, começamos o ano com um técnico que não fazia nada,digo nada mesmo e posso falar porque compareço a quase todos os jogos,mudamos de técnico e aí sim,veio a esperança de vermos nosso grande time nos dando o prazer de vitórias,ainda não vencemos o nosso maior rival (Sport),mas quem sabe não pegamos ele aqui nas finais do Campeonato Pernambucano?!
    Me admiro com aqueles que se dizem torcedores e não vão ao estádio dá força ao seu time tão “amado”,vocês querem situação pior que a nossa?? E mesmo assim,nós tricolores vamos ao estádio,gritamos,esbravejamos,lutamos, sorrimos e choramos,mas estamos lá, apoiando nos piores momentos,não deixamos que falem mal do nosso time,não deixamos ninguém e nada nos abalar, se o time está perdendo a gente grita que temos orgulho de sermos tricolores,porque nunca vão ser apenas derrotas,também temos vitórias.
    Eu fui ao jogo aqui em Recife e escutei pelo rádio o jogo do dia 01/04,se vocês soubessem como eu e todos tricolores que estavam ao redor sofreram com o empate de 2×2 e olhe que mal escutávamos,porque o rádio chiava muito,já que estávamos em uma praia de Alagoas =/
    Mas por fim veio a nossa vitória e isso se deve ao esforço do time e do apoio da torcida.

  24. Fomos campeões estaduais neste ano. Neste milenio(e década), sao 5 titulos do Flamengo, 2 do Bota, 2 do Flu e 1 do Vasco. E fomos 3 vezes vice. Temos, portanto, a segunda melhor campanha. Temos que melhorar, claro, em especial nas deceisoes. Mas nossa questão central, me parece, sao os campeonatos a nivel nacional. Precisamos mirar em um titulo nacional. Se tivermos o reforço de Maicosuel, alem do proprio Elvis, um outro meia, um bom zagueiro, e talvez um lateral direito mais rapido e tecnico, temos condicoes de brigar pela Libertadores. E é disso que precismos e este deve ser nosso objetivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s