Botafogo imita LBV e lança o sócio-doador

 

Sobre o novo programa Sócio-Torcedor apresentado nessa quinta-feira, com pompa e circunstância, no Engenhão (Stadium Rio é o c***!), uma breve ponderação.

Não vou entrar em muitos detalhes nos comentários pertinentes aos itens relativos aos que podem ir semanalmente ao Engenhão.  A discussão, com muito mais propriedade, pode ser acompanhada em outros sites e blogs – Cantinho Botafoguense, Movimento Carlito Rocha, Canal Botafogo etc.

Me limitarei a reproduzir trecho do texto de apresentação do programa, divulgado no site oficial do clube:

“Há três planos: o Sou Botafogo VIP (R$ 120 mensais), que dá ao torcedor um lugar marcado no setor Oeste Inferior; o Sou Botafogo Acima de Tudo (R$ 50 mensais), que garante uma cadeira exclusiva e com seu nome no Oeste Superior; e o Sou Botafogo Sem Fronteiras (R$ 25 mensais), destinado aos torcedores de outros estados ou que não vão a jogos com frequência. Estes poderão comprar ingresso com 50% de desconto com facilidade. Todos os planos dão direito a promoções exclusivas, camisas do programa e acesso à área especial do site.”

Bem, o item que mais me diz respeito, por morar no DF, é o terceiro, o tal do Botafogo Sem Fronteiras. E, na boa, não há nada que realmente estimule a minha inscrição no mesmo, a não ser o desejo de ajudar o meu clube. De concreto, apenas o desconto de 50% na compra de um ingresso e uma camiseta. O resto são generalizações.

Sou facinho, facinho de ser convencido a contribuir com o meu time – mas, nesse caso, acho que teria sido muito mais honesto dizer assim: o que o Botafogo espera de mim e de todos os torcedores “forasteiros” é uma doação mensal. Como a LBV. Trata-se, na verdade, de um programa de “sócio-doador”. Seria muito mais razoável criar um programa específico para o torcedor de outros estados com itens realmente atraentes, não monte de generalizações adjetivadas.

 Em tempo:  aplaudo a sacada de convocar o humorista Marcelo Adnet para ser o garoto-propaganda da campanha de divulgação, ainda que ele não tenha participado do lançamento. Boa jogada de marketing, bem como a ideia de chamar o Zagallo para receber a camisa do Loco Abreu – rendeu até imagem no Jornal Nacional.  E o slogan “Sou Botafogo” também é muito bacana. Pena que faltou o essencial: agradar plenamente ao torcedor carioca e o de outros estados.

Ah, e como esse vice, o Mantuano (primeirão à esquerda), gosta de aparecer nas fotos, hein? Não perde um flash. É o Alessandro da diretoria…

Foto: site oficial do Botafogo

Anúncios

3 Respostas para “Botafogo imita LBV e lança o sócio-doador

  1. É exatamente isso, Marcelo! Para nós, de longe do RJ, o programa deveria se chamar “sócio-doador”.
    Vergonhoso!!!
    Abs e SA!!!

  2. Vejam a matéria publicada pelo Bernardo no site Canal Botafogo!
    Hoje, foi divulgado o pedido de demissão do diretor de marketing por divergência com o plano.

    Abs e Sds, BOTAFOGUENSES!!!

  3. Sabe o cara da direita? É o Thiago, dono do “Carioca da Gema’ na Lapa, figurinha mais fácil do BFR nos últimos tempos. No gramado, nos treinos, em pôsters, eventos, fotografias (mais uma!).
    É alvinegro doente, gente finíííííssima, mas que apito ele toca no Fogão??? Tô numa curiosidade…
    Abraços em preto e branco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s