Mais uma crônica (aflita) do Pereirão: A pedidos!

O Gelson pediu uma crônica do Pereirão e, como aqui no FogoEterno é que nem nas rádios populares – “pediu, tocou!”, eis, da mais bela praia ensolarada nordestina, uma edição especial da crônica escrita pelo Pereirão, o homem que viu Garrincha, Nilton Santos, Jairzinho jogando no Maracanã e sabiamente desliga a televisão quando vê Fahel, Léo Silva e Alessandro usando a mesma camisa alvinegra:

 

Dez razões para a queda (II)

C.Pereira

 

            A (iminente) queda do Botafogo para a série B em 2010 deve ter, no mínimo, umas 30 razões – desacertos, erros, omissões, despropósitos etc e etc..

            Vou, sem ser exercício de paciência, tentar resumir em dez os motivos que provavelmente vão levar o nosso clube a singrar os mares revoltos da segunda divisão no próximo ano.

            Vamos lá, sem preocupação com a cronologia e/ou a importância de cada uma das razões.

1 – O deslumbramento e a ilusão do campeonato carioca – tri vice-campeão, um dos melhores times do Rio, casa cheia no Maracanã. Pura ilusão de um falido campeonato que só tem de bom o número de torcedores. Quando chegam ao Brasileiro, os times do Rio ficam (quase sempre) brigando para não cair.

2 – A ipatinguização do time no começo do Brasileiro, com a contratação, via Ney Franco, de jogadores medíocres tipo Fahel, Lucas Silva e outros.

3 – A substituição de um técnico do interior por outro, também, do interior. A tão reclamada (inclusive por mim) saída de Ney Franco mostrou-se, até agora, como mais um lastimável equívoco.

4 – A NÃO baruerização do time. Esperava-se que a vinda do Estevam fosse acompanhada de alguns jogadores bons do time que ele treinava; exemplo: Fernandinho. Tal não aconteceu e o que é  pior –  os 3×0 de domingo demonstram que Estevam sequer conhece o seu ex-time, principalmente um jogador chamado de Val Baiano…

5 – A incapacidade (da diretoria e do time) de fazer do Engenhão a “casa” do Botafogo. Enquanto Sport, náutico, fluminense (no Maracanã), Coritiba e até o S. André armam verdadeiras guerras nos seus alçapões, o Engenhão continua sendo o campo do adversário. Lembrem-se, a propósito, das derrotas diante do Atlético Paranaense, Santo André e Vitória em pleno estádio alvinegro – verdadeiras catástrofes!

6 – A péssima organização tática dada ao time, tanto por Ney Franco como por Estevam Soares – não se sabe qual o pior. Qualquer treineiro de time de várzea, desmancha os esquemas (?) que eles montam e por isso não é preciso ser nenhum Muricy para ganhar do treinador alvinegro.

7 – A “mania” de empatar que substituiu (talvez para pior) o costume (mau, muito mau) de levar gols nos minutos finais dos jogos. Esse número exagerado de empates (parece-me que 14) nos levou à ruína.

8 – A total incapacidade que tem o time de virar um marcador. Se o Botafogo começa ganhando, ninguém assegura que vá até o fim e se começa perdendo, aí sim, não tem jeito de virar o placar – no máximo consegue um empatezinho e olhe lá.

9 – A falta de visão dos atacantes do time com relação ao gol adversário. Jogam, jogam e jogam – mas o gol não sai. Atacar até que atacam, mas finalizar bem, isso realmente não está nos atributos de André Lima, Victor Simões, Laio e companhia, sem falar, é claro, no Reinaldo – aquele que parece nunca ter saído do Departamento Médico

10 – O número de torcedores que comparecem ao Engenhão.. Não passa nunca de dez mil torcedores que, ao invés de apoiar o time, enrolam a bandeira nos primeiros erros e passam a vaiar e  torcerem contra. Enquanto as torcidas do Sport e náutico lotam seus estádios, embora estejam em situação igual (ou pior) do que o Botafogo, e até o fluminense, mesmo quando era lanterna, levava sempre  mais de 20 mil pagantes ao Maracanã, onde anda a torcida do Botafogo? E por que não mudar o local – é muito melhor jogar no Maracanã onde, por sinal, nos últimos dias as torcidas do vasco, flu e fla têm garantido lotação completa?

 Aí estão dez razões para a provável queda do nosso Glorioso para a série B, porque o Fluminense se recuperou de vez ( milagre de Cuca que só não  conseguiu tal feito no Botafogo!) ,  já ganhou sete vezes no segundo turno, enquanto o Botafogo tem 9 míseras vitórias ao longo de 35 rodadas.

A dura realidade é que, desde o começo  do campeonato,  sofremos muito ao  disputar arduamente com o Santo André, náutico, Sport e fluminense o 16º. lugar – que vexame!

E, agora, apesar dos estatísticos continuarem a dizer que o Fluminense tem  20 por cento a mais de chance de cair do  que o Botafogo, a verdade é que os nossos torcedores (na sua maioria) acham que o flu está mais perto da salvação do que o  alvinegro.

 E que ninguém se iluda:  se a queda for confirmada e o time não melhorar, poderemos passar bem mais tempo da Segundona. Sabem por que? Este ano a série foi uma “baba” para o Vasco porque com ele no ano passado,  desceram  Ipatinga, Juventude e Paraná.

Agora, imaginem o Botafogo disputando uma vaga (das quatro) com  Santo André, Sport e Náutico – além dos sempre aguerridos Bahia,  Ponte Preta, São Caetano e outros menos votados.

Que Deus nos proteja!

 P.S. Caro Gelson, tive, apenas, o trabalho de atualizar a outra crônica (aflita) publicada no dia 29 de setembro passado.

Como se vê, as dez razões – dentre tantas outras – permanecem atualíssimas. O que é profundamente lamentável

P.S.II – Apesar de tudo, enquanto há vida, há esperança – ainda existe uma luzinha no fim do túnel. Quem sabe, domingo, o Sport desbanca o flu e o Fogão, em grande estilo, se reabilita em cima do líder do campeonato! Sonhar é permitido….

 

Anúncios

3 Respostas para “Mais uma crônica (aflita) do Pereirão: A pedidos!

  1. Você disse tudo. E convenhamos que é difícil pedir para o torcedor comparecer depois de tudo que vc falou.
    Eu irei, mas o que falar quando meu filho perguntar o por quê de pouca gente, o por quê não termos o Fred ou o Adriano? Meu filho de 4 anos não consegue achar um jogador com quem se identifique. Estou tentando o Jeferson……… Mas qual criança teria um goleiro como ídolo?

  2. Com relação ao ponto 4: ele, ES, conhece sim, o Barueri e o Val Baiano; não conhece é seu próprio time, principalmente Juninho, Lúcio, Alessandro, Fahel e Léo. Pior, deve conhecer muito bem os bastidores para se sujeitar e formar um banco ridículo com Renato, Fuska, Marquinho, Tiaguinho e Ricardinho.

    É a eduardouranização do Clube.

  3. Pereirão,

    A torcida não comparece pois o time é fraco ou o time é fraco pois a torcida não comparece?
    A torcida do eterno time da terceirona foi menor que a nossa por muito tempo. Mudou e começou a apoiar a equipe quando o Fred retornou e o Cuca barrou alguns jogadores com discursos iguais aos nossos e lançou a garotada.
    Aí a torcida ficou motivada e temos um casamento feliz.
    Enquanto isso em GS temos os AMARELÕES e quando dão entrevistas usam a terceira pessoa. Parece que não entraram em campo e sempre haverá um próximo jogo, talvez o da redenção que nunca chega.

    Isso tudo é reflexo de uma diretoria mediocre e incompetente.

    Abs e Sds, BOTAFOGUENSES!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s