Botafogo 2 x 0 Coritiba: Enfim, a tríplice coroa

renatocoritiba

E não é que conquistamos a tríplice coroa? Três vitórias consecutivas em cima dos times dos nossos ex-treinadores Geninho,  Mário Sérgio e Ney Franco – nove pontos em três jogos, salvo engano a primeira vez que isso ocorre no Brasileirão.

No primeiro tempo, um cenário preocupantemente parecido com a partida contra o Cerro: o Botafogo dominava a partida, mas não conseguia marcar. A diferença é que o lado esquerdo, com as triangulações de Diego e Renato, se mostrava bem mais efetivo do que a inoperância do lado direito, no qual Lúcio Flávio e Alessandro competiam pelo título de improdutividade. Jobson, no ataque, comprovou o erro da escalação inicial do Estevam na partida contra os paraguayos – em três ou quatro lances, se mostrou mais perigoso do que Reinaldo.

No campo defensivo, havia outra diferença – a solidez de Leandro Guerreiro, que batalhou e impediu qualquer movimentação mais perigosa do time do Ney Franco.

Ao contrário da partida de quarta, porém, dessa vez a bola do Renato não bateu na trave. Entrou no cantinho e garantiu vantagem inicial, aliviando a torcida alvinegra que já temia um intervalo sem gols. E o resultado só não foi mais elástico por conta da lambança do juiz, que anulou gol legítimo do Fahel – e gol do Fahel, por ser fenômeno raríssimo, não pode ser invalidado.

No início do segundo tempo, o Botafogo cochilou e quase paga caro pelo vacilo. Ney tirou um volante (o péssimo Jailton) e colocou um atacante (Marcos Aurélio), e o time paranaense passou a jogar no campo alvinegro, criando seguidas chances de empate. Foi o momento mais tenso da partida.

E, quase que consecutivamente, aconteceram os dois lances que definiram o jogo. Numa falta muito bem cobrada por Marcelinho Paraíba, Jefferson se esticou todo (imaginaram se fosse o Castillo?) e salvou na ponta dos dedos uma bola que tinha endereço certo. Bons goleiros se notam nestes momentos. No contra-ataque, Reinaldo rolou para  Lúcio Flávio. Eu, e tenho certeza que quase todos os torcedores alvinegros, gritamos ao mesmo tempo: “Define o lance! Chuta!” E, enfim, ele fez o que todo camisa 10 alvinegro deveria fazer. Limpou a jogada e bateu forte, quase no ângulo: golaço!  2 x 0 no placar.

Daí em diante foi administrar a vantagem, ainda que seja assustadora a queda de rendimento de jogadores que não conseguem ter fôlego para 90 minutos, como Reinaldo e Renato. O Ney colocou mais um atacante, o Estevam mandou Jônatas e Victor Simões a campo – este último, ao fazer faltas bobas e cair sentado dentro da área numa tentativa de finalização, só nos fez estimar pronta recuperação para André Lima. 

E, no fim das contas, as coisas evoluíram bastante nas duas últimas semanas no Brasileirão. Ganhamos duas partidas que não podíamos sequer pensar em empatar (náuticozinho e coritiba) e ainda arrancamos uma vitória no Beira-Rio em jogo no qual, sonhávamos no máximo com um empate. Como lembrou o Pereirão, que o flu vá se desgastar na sul-americana enquanto a gente se recupera para pegar o Barueri.

No mais, apenas uma observação: parece que a briga pela última vaga na Série B vai se limitar a Ney Franco,  Botafogo e Cuca… que ironia, não?

Eis as notas para atuações individuais dos titulares:

Jefferson – Duas defesas decisivas e apenas um vacilo numa saída de bola. Nota 7,5

Alessandro – A peça que destoa. Sempre. Nota 4

Juninho – O melhor da zaga: dessa vez, esteve atento a partida inteira, ao contrário do outro jogo contra o Coritiba. Nota 7

Wellington – Um vacilo no final, mas no geral uma partida razoável. Nota 5

Diego – Excelente no apoio, muito bem na marcação. Nota 8

Guerreiro – Se tivesse em campo contra o Cerro, o resultado teria sido outro. Muito bem. Nota 7

Fahel – Quando faz gol legítimo, é anulado… Nota 5

Renato – A grande surpresa: eficiência, disposição e capacidade de finalização. Depois cansou. Nota 7,5

LF – Sumido no início, depois um golaço e um bom segundo tempo. Nota 6

Reinaldo – Razoável. Mas vai acabar o ano sem entrar em forma. Nota 6

Jobson – Perigoso, entortou os lentos zagueiros adversários. Alternou bons e maus momentos. Nota 7

Estevam – Dessa vez, sua armação tática com Renato e LF, mais Jobson e Reinaldo na frente, deu certo –  o time teve volume de jogo ao longo dos 90 minutos. Só pelo fato de ter evitado o Ney Franco sair vencedor do Engenhão merece um ponto a mais na avaliação final. Nota 7

Ney Franco – Falou demais durante a semana. O maior culpado pela montagem desse elenco ridículo teve a cara de pau de dizer que já queria a contratação de Jefferson em maio, que deixou o Botafogo bem fisicamente, que se tivesse continuado o Botafogo não estaria brigando para se salvar… sua vaidade (que tenta dissimular, mas não consegue) só não é maior do que a incapacidade profissional. Saiu do Engenhão com o topete rebaixado e ensaiando discursos para enganar a imprensa paranaense enquanto faz continhas para escapar da Série B . Nota ZERO

Anúncios

3 Respostas para “Botafogo 2 x 0 Coritiba: Enfim, a tríplice coroa

  1. Hahahaha!
    Marcelo, gostei (e concordo!) com a observação na análise do ES! heheeh!
    Abs e SA!!!

  2. Marcelo, essa vitória, além de importante para a pontuação, foi emblemática: acho que foi a única (senão uma das raras) vitória obtida pelo Botafogo, no Engenhão, no horário das 18:30 do domingo, no atual campeonato. Ah! horariozinho pra dar azar…

  3. Marcelo,

    Estava no Engenhão e muitos gritaram, inclusive eu, para o Lento Flávio chutar feito Homem. Ufa!!!
    Sei que não devo misturar religião com futebol, mas bem que as leis Divinas poderiam fazer justiça, nem que seja essa a única vez, e o Ney Fra(n)co, cantor de “buteco” ser rebaixado.

    Gostaria de ver as desculpas esfarrapadas, frases de efeito, que não levam a lugar nenhum desse farsante!

    Abs e Sds, BOTAFOGUENSES!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s