Santos 0 x 0 Botafogo: O telefone tocou

botasantos

Para a manutenção da sanidade mental e bem-estar, é necessário de tempos em tempos tomar decisões drásticas.

Me permito, uma vez por ano no Brasileirão, deixar de assistir a um jogo do Botafogo sem dor na consciência. Claro que, algumas vezes, não é possível assistir por conta do trabalho ou de compromisso familiar – falo dessa vez de uma decisão, mesmo, de se poupar, deliberadamente, de 90 minutos de tensão.

Decidi que o jogo seria esse contra o Santos.

Saí de casa, fui para um belo show de rock na Esplanada dos Ministérios, não sem antes combinar com o Pereirão: me ligar somente em caso de vitória ou empate, jamais em caso de derrota. Eu não iria nem atender ao celular – só de ver que havia uma ligação entre 20h15 e 20h30 já saberia que ao menos um pontinho a gente teria conquistado.

Claro que, em época de telefone 3g, o acordo só foi parcialmente cumprido. Quando percebi que era hora do intervalo, chequei o placar em tempo real e lá constava um 0 x 0.

– Opa, pelo menos não tomamos gol até agora, pensei.

E continuei curtindo o show do Porão do Rock. Mas eis que, na minha frente, aparece um torcedor alvinegro, de camisa e bandeira, e faz uma cara contrariada ao falar com alguém. Cara feia, mesmo, de quem acaba de receber uma péssima notícia.

– Pronto, o Botafogo está perdendo…, pensei novamente.

O tempo passou e os Paralamas começaram a tocar uma de suas músicas mais conhecidas.

– Eu tô na lanterna dos afogados, eu tô te esperando, vê se não vai demorar…

Na hora, comentei:

– Ih, isso é o fluminense chamando o Botafogo para a série B…

O relógio avançou, deu oito e meia e o telefone não tocou.

– Perdemos mais uma, calculei.

Comecei a cogitar como teria sido a derrota e se a diretoria faria a burrice de demitir o Estevam, como já estava sendo cogitado em caso de insucesso. Claro que o humor foi por água abaixo. Mas…

O telefone tocou às 20h40. Ao ver o celular vibrar, logo me iludi com a possibilidade de uma vitória. Descumpri novamente o acordo e atendi a ligação. Só consegui ouvir, muito ao longe, enquanto o Herbert Vianna cantava “Caleidoscópio”, o Pereirão berrando:

– Acabou zero a zero! zero a zero!

Desliguei o celular. Então, não tinha sido tão ruim assim.

Nesse caleidoscópio sem lógica que é o futebol, só de madrugada pude ver os “melhores” momentos e ver que o Jefferson (foto acima), além de boas defesas, também mostrou que renovou o porte de estrela, pois deu sorte em pelo menos dois lances.

Ah, parece que teve um pênalti não-marcado em cima do André Lima, mas esse lance o GloboEsporte.com fez questão de deixar de fora dos melhores momentos. 

Dito isso, digo que a nossa briga é com Santo André, Náutico e Coritiba. São quatro times para duas vagas – as outras já estão encaminhadas para Sport e fluminense.

A partir de agora, temos que empatar fora de casa e GANHAR no Engenhão. Só essa combinação nos salva, sem depender dos resultados dos outros times.

E, por favor, senhores jogadores e dirigentes: não me venham arrumar drama em caso de desclassificação na Sul-Americana, ok? O objetivo agora é apenas um. Permanecer na Série A.  Esse é o campeonato que nos sobrou para disputar até o fim do ano.

Anúncios

4 Respostas para “Santos 0 x 0 Botafogo: O telefone tocou

  1. Marcelo, como sempre, não assisti ao jogo. O filme, desta vez, no mesmo horário foi o clássico “Helena e seus homens” de Jean Renoir, de 1959, com a lindíssima Ingrid Bergman. Mas, atento ao resultado, para passar-lhe por telefone, a coisa atrasou porque houve dois apagões na Vila Belmiro – depois eu soube: 1 – faltou energia no estádio por mais de 15 minutos; e 2 – do juiz (?) que deixou de marcar um penalty claro cometido por Fabão no André Lima. Quando até os comentaristas de S.Paulo (como o Juca Kfouri) reconhecem é porque, de fato, aconteceu. O problema é que o André Lima anda caindo demais dentro da área e os árbitros acham que ele está encenando…
    No mais, se o time (mais uma vez o terrível “se”) tivesse feito um golzinho, teria deixado a incômoda “zona”.

  2. Até que, o Botafogo jogou bem contra o Santos. Mas, só empatar não dá né.

    O Botafogo é obrigado a vencer no próximo domingo quando enfrenta o Vitória, no Engenhão.

    Uma nova derrota ou empate vai ser fatal.

  3. “A nossa briga é com Santo André, Náutico e Coritiba. São quatro times para duas vagas – as outras já estão encaminhadas para Sport e fluminense”.

    “Esse é o campeonato que nos sobrou para disputar até o fim do ano”.

    E sobre o restante 2009 está tudo dito!…

    Abraços Gloriosos!

  4. Acho que vou seguir a receita do Pereirão e evitar os jogos assistindo a bons filmes.

    Saudações alvinegras!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s