Briga de urubus… e uma revelação

Não tem a ver com o Botafogo, mas a informação abaixo é leitura obrigatória para colocar sob suspeita a maior “façanha” da história do flamengo – e olha que a revelação foi feita por um jornalista que conhece tudo do clube, afinal de contas em seu peito bate um coração rubro-negro:

Trecho da coluna de RMP (Rubro-Mengo Profissional) em O Globo dessa terça-feira:

pervitin

“Finalíssima da Libertadores de 1981, contra o Cobreloa, no estádio Centenário (…). Revoltados, os rubro-negros chegaram a Montevidéu querendo vingança a qualquer preço e o ator Carlos Eduardo Dolabella chegou a dar comprimidos de Pervitin para alguns jogadores com os quais tinha mais intimidade – um remédio que, segundo ele, os faria entrar em campo “ligadões”, ou seja, dopados (…)”

Ou seja, segundo o jornalista rubro-negro, a tão badalada geração campeã do flamengo recebia comprimidos de substância dopante de um integrante da delegação do clube: Pervitin é um remédio altamente estimulante, à base de anfetamina pura, conta a literatura médica. Chegou a ser usado em grande escala pelas tropas nazistas para manter os soldados alemães ligadões durante as batalhas (ok, ok, eu também pensei o que vocês pensaram…).

A revelação explodiu na Gávea e provocou uma reação que é quase uma confissão de culpa. Confiram trecho da carta enviada ao RMP pelo Márcio Brega, um primor de estultice, porque só aguçou o interesse pelo assunto:

“Sua coluna dá conta de que o maior time da história do flamengo, campeão do mundo, jogava dopado, com a conivência do Antônio Augusto Dunshee de Abranches. Enfim, você e o mau-caráter do Antônio Augusto estão dizendo que o Zico, Junior, Andrade e o Adílio e cia jogavam dopados.  Com a falta de caráter e a leviandade costumeiras, você e o Antônio Augusto jogam lama na conquista da Copa Libertadores pelo flamengo e na lisura desportiva e no profissionalismo de alguns dos jogadores mais importantes da história do clube. Só mesmo dois grandes filhos da p*** como vocês…”, afirmou o presidente do clube, que fez questão de divulgar o seu xingamento publicamente.

Da minha parte, nessa briga de urubus em que voam penas para todos os lados e o cheiro de carniça deixa o ar empesteado, só quero saber duas coisas:

* Será que o Zico esqueceu de levar as suas cápsulas no Mundial de 1986, quando teve desempenho pífio e desperdiçou pênalti decisivo contra a França? E, se comprovada a ilegalidade, seu apelido mudará para Dopadinho de Quintino?  

* Quando será realizada a partida Cobreloa x Liverpool, a verdadeira final do Mundial de Clubes de 1981?

Anúncios

2 Respostas para “Briga de urubus… e uma revelação

  1. E eu estou perdendo este babado?!?

    Hahaha

    Enfim… Decididamente não entendo o RMP.
    O Troca de Passes após a rodada de domingo é uma delícia quando o flamengo perde porque ele está tão puto que esculhamba tudo e todos. Será que ele está tão puto assim com o time que tem “o Brasileiro como obrigação” que vai chegar ao ponto de manchar “a maior conquista rubro-negra?”. Sei lá, para mim tem algo mais ainda escondido de nós, pobres mortais.

    Agora, justiça por justiça, antes da final do mundial teríamos que refazer a final da própria Libertadores:
    Atético-MG x Cobreloa

  2. Além da ajuda do safado que hoje é comentarista de arbitragem no sistema “tv blobo”, não podemos esquecer que nesse período os clubes argentinos não participaram da competição por causa do conflito com os ingleses.

    Abs e Sds, BOTAFOGUENSES!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s