As perguntas que não querem calar

Castillo; Wellington, Juninho e Leandro Guerreiro; Túlio Souza, Fahel, Renato, Lucio Flavio e Batista; André Lima e Victor Simões. Técnico: Ney Franco. 

 Este é o Botafogo que entrará em campo contra o náutico.

Quem é o ídolo desse time?

Quem é o jogador no qual REALMENTE podemos confiar?

Por que Reinaldo, o jogador de maior salário, a mais importante contratação do futebol carioca no início do ano, continua sem condições de atuar por 90 minutos?

Por que Jônatas, considerado por muitos um craque, ainda não tem condições de jogo se estava treinando regularmente na Gávea?

Por que as nossas maiores esperanças de gols vêm de dois jogadores, André Lima e Juninho, que foram dispensados pelo atual campeão brasileiro?

Por que a nossa maior esperança de criatividade no meio-de-campo, Lúcio Flávio, vem de um jogador que foi dispensado por insuficiência técnica pelo Santos?

Por que Michael, que também é apontado como bom jogador (superior a todos de sua posição), de repente não tem mais condições de jogo e só poderá estrear em agosto?

E, por fim, a mais importante das perguntas: por que, em 2007,  o Botafogo liderava o Brasileirão e,  apenas dois anos depois, tem que travar duelos de vida ou morte contra os últimos colocados na tabela (avaí, náutico, etc) para garantir sua permanência na série A?

Anúncios

5 Respostas para “As perguntas que não querem calar

  1. Resposta: SDS !!!
    Abraços,
    Luis Celso

    Em tempo: SDS = Só Deus Sabe.

  2. É porque saiu um Botafoguense de coração que era o Bebeto e entrou uma besta no lugar dele. Acho que é por isso!

  3. Acho que nem Deus, sabe…
    Só os “4 cavaleiros do apocalipse” podem responder isso tudo.
    Em tempo, entenda os 4 cavaleiros sendo: MA, AS, AB e NF!
    Abs e SA!!!

  4. Bruno, confesso que não gosto do tipo de respostas que você deu [por causa da expressão ‘besta’], mas devo dizer-lhe, como militante da verdade, que sorri. E raramente isso acontece a ler comentários sobre o BFR.

    Realmente, apesar de todos os erros do Bebeto no último ano e meio dos seus dois mandatos [sobretudo porque se deixou torpedear pela política do bota abaixo de Montenegro], ele é um dos poucos presidentes que eu acho que passou com nota positiva. Creio que pensava grande e construiu boas equipas, prejudicadas apenas pelas arbitragens traiçoeiras. Alé de que os títulos das modalidades olímpicas dispararam… Agora pensa-se bem pequenininhooooooo…

    Abraços Gloriosos!

  5. Rui, que bom que você entendeu que era mais uma sátira do que uma agressão… pois um cara que não demite essa atual diretoria de futebol que já provou ser incompetente, esperto é que não é!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s