A imagem da despedida

maicossuel

Um dia, alguém vai escrever e refletir com a atenção merecida sobre o descompasso abissal e desumano entre a emoção do torcedor (e, algumas vezes, do jogador, como na foto acima, na manhã da sexta-feira em General Severiano, na despedida de Sir Michael Swell) e a frieza e pragmatismo da milionária engrenagem financeira que move o futebol mundial.

Por enquanto, me limito a transcrever a letra de uma música que me veio à cabeça ao ver essa foto, com uma pequena intervenção na primeira frase da canção:

Canção da Despedida (Geraldo Vandré)

Já vou embora, mas sei que não vou voltar

Amor não chora, se eu volto é pra ficar

Amor não chora, que a hora é de deixar

Eu quis ficar aqui, mas não podia

O meu caminho a ti, não conduzia

Um rei mal coroado,

Não queria o amor em seu reinado

Pois sabia não ia ser amado

Amor não chora, eu volto um dia

O rei velho e cansado já morria

Perdido em seu reinado

Sem Maria

Quando eu me despedia

No canto lhe dizia:

Adeus, Maicosuel.

Anúncios

2 Respostas para “A imagem da despedida

  1. bom, que vá com Deus, que seja campeão e iluminado por lá, sempre, que honre a camisa do seu novo clube como honrou o Manto, seja feliz Maicosuel, obrigado por tudo!

  2. o choro do Maicosuel foi verdadeiro, de uma pessoa humilde que não pode recusar uma proposta boa, mas tenho certeza que o dia em que ele pensar em voltar ao Brasil, ele voltará para o Botafogo…

    abraço!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s