Uma enquete sobre Juanita Chiliquenta

Todos já devem saber que Juanita Chiliquenta, mesmo 24 horas depois de sua agressão a Sir Michael Swell, considerou “normal” a sua reação, caracterizando-a como “reação de jogo” por conta das “firulas” do destemido cavaleiro alvinegro.

E se fosse o contrário, hein? Diriam que o Botafogo não tem controle emocional, mandariam o time alvinegro para o psicólogo, culpariam até o Bebeto e o Montenegro.

Pedir desculpas? Que nada! Essa palavra não existe no dicionário utilizado na Gávea (a edição que circula por lá tem muitas ilustrações, para facilitar a compreensão dos menos acostumados ao convívio com as palavras).

Mas, falem a verdade, vocês esperavam algum outro tipo de atitude da Chiliquenta?

Então, pela última vez (a não ser que ela apronte de novo), vou perder meu tempo e o de vocês com essa tresloucada criatura. Aí vai uma enquete-relâmpago, tão rápida que nem precisa clicar do lado para responder…

                                                  ***

Por ter recebido dois dribles consecutivos, um deles desmoralizante, de Sir Michael Swell, Juanita Chiliquenta desferiu um pontapé, deu uma montada  nas costas, enfiou o dedo na cara e ainda fez um monte de ameaças (“vou fazer de novo…”) ao craque alvinegro.

Foi punida com um cartão amarelo.

 O que seria preciso para que o juiz mostrasse o cartão vermelho à criatura descontrolada?

a) dar um tiro de AR-15 em Sir Michael Swell com parte do arsenal emprestado por seus amigos de arquibancada 

b) pisotear, mesmo por engano, o mantussagrado

c) nada. esse é o espírito de luta que a nassão cobra de seus jogadores: “aqui é o flamengo, p***!

d) aconteça o que acontecer, a regra é clara. Artigo 171 do regulamento da Federação Estadual: jogadores do flamengo jamais são expulsos no primeiro jogo de uma decisão. E nem na segunda partida…

Enquete encerrada. A vencedora foi a opção D.

Anúncios

7 Respostas para “Uma enquete sobre Juanita Chiliquenta

  1. pô, isso é que é democracia. hehe

    não tem letra e?
    todas acimas no mesmo momento?

    hehe

  2. …Esquece o nobre esscriba as origens do numero seis. Acostumado a sapatear e fazer gestinhos femininos agressivos, bem ao estilo
    “flamenco”. Ele não aceita ser chamado prá dançar um samba.
    Aliás é histórica a humilhação dos seis rubronegros pelos sete (Garrincha, Jair), dez (Didi) onze (PC) alvinegros.
    Chama ele prá dançar Michael………!

  3. Caro amigo, eles perderam a compustura esse ano. A mulambada vem de 3 resultados sem méritos. A imprensa burro negra tá demais. O título vem pro Fogão esse ano pra acabarmos com isso!!

    FOGOOOOO!!

  4. Retirado do Blog do Sidney(http://www.sidneyrezende.com/) na pagina
    http://www.sidneyrezende.com/noticia/37470+presidente+da+comissao+de+arbitragem+critica+cartao+amarelo+para+juan)
    “…
    No primeiro jogo da decisão do Campeonato Carioca, neste domingo o lateral Juan, do Flamengo, agrediu Maicosuel após um drible e deu uma “dura” no rival. Pelo lance, o lateral recebeu o cartão amarelo do árbitro Rodrigo Nunes de Sá. Para o presidente da Comissão de Arbitragem da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, Jorge Rabello, o juiz errou.

    “Ele interpretou como amarelo, temos que respeitar. Mas na minha visão, pelo conjunto, deveria ter sido aplicado um cartão vermelho”, disse Rabello.

    Apesar do erro, Jorge Rabello elogiou a atuação do árbitro, destacando que, com apenas 30 anos, esta foi a sua primeira decisão e Rodrigo tem ainda uma grande potencial a ser desenvolvido.

    “Em um ou dois anos ele estará entre os melhores árbitros do país”, garantiu ele.

    Rabello criticou ainda a declaração de Eduardo, que, ao deixar o campo, afirmou ter sido ameaçado de expulsão pelo juiz.

    “Era muito mais honesto da parte dele, quando saísse, dizer que estava cansado. É um atleta que estava afastado, que vivia na noitada”, declarou o presidente da Comissão de Arbitragem

  5. O Sr. Jorge Rabelo é aquele que apitava com uns
    100kgs de “pança”, né?
    Ele nunca cansava com sua silhueta de rei momo
    desfilando no maracanã.
    Se com 30 anos o sr. Rodrigo Sá ainda não sabe apitar, vai aprender com que idade?
    Talvez aos 70, apitando a final de 2049.
    O futebol do Rio está no limite do ridículo.

  6. Infelizmente existem outros “artigos” no manual da arbitragem carioca que só alguns conhecem.

    Um bem conhecido:

    – em caso de dúvida, marca-se o impedimento da equipe adversária

  7. Eu te amo so sua maior fa..
    vc e lindo!!!
    Muitos beijos!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s