Tirem as crianças da sala: RMP protagoniza cenas de flamengada explícita no SporTV!

A expressão debochada e esfuziante do Rubro Mengo Profissional (RMP) logo após o jogo de domingo, no “Troca de Passe” do SporTV, já era um acinte a qualquer torcedor alvinegro.

Ele simplesmente não conseguia esconder sua felicidade. Foi que nem o beijinho do Ibson na orelha do Josiel ao ver o seu companheiro entrar em campo no segundo tempo; o sentimento bate mais forte do que a razão. 

Mas nessa segunda-feira, no Bem Amigos, o RMP, certamente com a faixa de campeão da Taça Rio escondida por baixo do casaco, se superou.

Primeiro, emocionado, conseguiu fazer a insanidade de comparar a trajetória clandestina do Emerson (o centroavante deles) com a do Ronaldo Fenômeno até decretar:

– O Emerson, ao contrário do Ronaldo, resolveu realizar seu sonho de jogar no flamengo.

Quando os convidados comentaram o lance do gol do Emerson (infelizmente, o nosso), ficaram 37 minutos dissecando cada segundo da jogada… até o RMP escancarar sua paixão, como se estivesse na geral do Maraca, cercado de urubus:

– O importante é que a bola entrou!

 Na sequência, mais cenas de flamengada explícita: quando PC Vasconcellos resolveu atribuir a uma ausência de “convicção na hora da decisão” o fato de o Botafogo ter perdido as duas últimas finais (ignorando as claríssimas convicções dos senhores Djalma Beltrame e Marcelo Henrique), o RMP arreganhou os dentes e deu seu diagnóstico sobre o Botafogo:

– Se o time mudou quase todo, se o técnico mudou, se até a diretoria mudou, então deve ser carma do clube!

Aí coube ao Luis Roberto, diante de tantos disparates naquele mar de mengos, ter um momento de iluminação para lembrar o que toda a torcida alvinegra está cansada de saber:

–  Ô, gente, será que, em vez de convicção, o problema não é de limitação técnica, não? Porque a bola do Botafogo não chegava ao ataque, o Léo Silva não conseguia municiar o pessoal lá da frente. O Ney vai ter que mexer nisso, colocar o Wellington, mudar o posicionamento do Fahel…

Enfim, fez-se a luz. Mas logo a análise correta do Luis Roberto foi interrompida e a insensatez reacendeu mesmo quando a discussão da decisão da Taça Rio já tinha se esgotado.

Insaciável, ao comentar o fim do campeonato gaúcho, o RMP voltou a incluir seu clube do coração na conversa:

– Quando o Internacional pegar o flamengo na Copa do Brasil…

Esse torcedor disfarçado de jornalista merece ou não merece um busto na Gávea?

Anúncios

7 Respostas para “Tirem as crianças da sala: RMP protagoniza cenas de flamengada explícita no SporTV!

  1. O RMP consegue colocar o framerda na conversa mesmo quando ela é sobre o torneio de Bocha no Paquistão.

    Tinha que ter um maluco para perguntar ao RMP se esse carma também existia na época do Manga “O Bicho é Certo”. OU será que DISSO ele esquece.

    Infelizmente são jornalistas como RMP que tem espaço nos jornais esportivos hoje em dia.

  2. Não gosto do RMP, mas chamá-lo de disfarçado é um exagero; ele é rubro-negro assumido, o que não deixa de ser um aspecto positivo em meio a tantas barangas dissimuladas que comentam jogos de futebol.

  3. Comentários do RMP depois da derrota do Flamengo em pleno Maracanã, por 3X0, para o América do México, e a desclassificação histórica na Libertadores – isso sim que é televisão de qualidade, entretenimento e diversão para a família (alvinegra) inteira.

  4. Nada contra jornalistas que assumem seu clube de coração. Mas aguentar Júnior comentando jogos do Flamengo, Falcão os do Inter, etc. É demais. O Sportv devería ter um mínimo de sensibilidade e escalar comentarístas neutros ou
    pelo menos não tão identificados com os clubes da transmissão. Simplesmente ridículo.
    Esse RMP é comentarista de tênis, não?

  5. Dois dos maiores jornalistas do meu tempo comentavam e torciam pelos seus clubes – João Saldanha e Nelson Rodrigues. Mas o faziam de modo inteligente, com graça e até com ironia – sem desfaçatez e, quando necessário, baixavam o pau nos jogadores do Botafogo e do fluminense. Por isso eram respeitados e tinham a maior audiência. Mas longe de mim querer comparar RMP a um Saldanha ou Nelson: seria mais ou menos como tentar dizer que Juan (o bom lateral do flamengo) chega perto de Nilton Santos. E aí – como diria o velho Nelson – há uma distância abissal (e ele mandava os parvos procurarem o significado da palavra no Aurélio).

  6. Aguentar o sorrisinho toda vez que o fra ganha é demais. O único ponto positivo de ter um comentarista no lado do framengo é ver a cara de decepção quando o timinho fracassa. Isso é simplesmente imperdível.

  7. quem sabe da vida do RM PINK é o zandonaide.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s