André Luis na cabeça! E, agora, uma pergunta difícil…

Que a truculenta tenente Lúcia Helena da PM pernambucana não nos leia, muito menos o árbitro do jogo contra o Estudiantes no Engenhão pela Sul-Americana do ano passado…mas, entre os leitores do FogoEterno, quem mandou bem foi o André Luis!

 andreluiz

Na enquete encerrada nessa quinta-feira, nosso ex-zagueiro, atualmente sem clube, venceu com 30% dos votos. A pergunta era em relação ao elenco de 2008: qual dos jogadores do ano passado seria um bom reforço para 2009? A vitória de A.Luis, na minha avaliação, não se deve apenas às (nada excepcionais) virtudes do zagueiro, mas também ao fato de que o torcedor alvinegro não é cego e percebeu, logo nas primeiras partidas da Taça Guanabara, que o sistema defensivo é o principal problema do Botafogo 2009.

Na segunda colocação, uma demonstração de confiança no novo elenco (ou melhor, de desconfiança e de desilusão no elenco anterior…), com 20% de votos para a opção “Não,obrigado”. Ou seja, nada de antigos fantasmas para assombrar General Severiano – basta os que já temos…

Em terceiro lugar, o jogador diferenciado, “para o bem e para o mal”: sim, Lúcio Flávio! Também debito parte desses votos à dificuldade que o atual time demonstra na armação de jogadas e  na condução da bola do meio até o ataque.

Pelo mesmo critério, além da disposição e da raça inexistentes no jogador citado anteriormente, entendo a colocação de Carlos Alberto em quarto lugar, com 10% dos sufrágios.

Na sequência, ficaram Renato Silva (9%), Túlio (7%) e Diguinho (6%). Jorge Henrique teve 1% de votos e Wellington Paulista, zero. Ou seja, o ataque não parece ser problema para os nossos leitores – ou é o menor dos problemas, o que tendo a concordar.

Enfim, quero deixar registrada a lembrança do eleitor solitário que sentiu falta da dupla de pesos-pesados Zárate e Escalada, e sapecou um voto para os argentinos!

Bom, obrigado a todos que participaram da votação e agora, conforme prometido, uma enquete para abalar as estruturas de General Severiano.

Qual é o jogador do Botafogo que você mais idolatra?

Pergunta “fácil”, não? Percebam a sutileza – a ideia não é eleger o maior ídolo da história do Botafogo, mas o jogador que você mais gosta, que você mais admira, que você idolatra incondicionalmente, enfim, aquele com o qual você mais se identifica. E, graças a São Carlito Rocha, no caso do Botafogo, um clube que REALMENTE tem MUITOS ídolos por possuir uma GLORIOSA HISTÓRIA, essa escolha é particularmente difícil. Se fosse em outros times, acho que nem haveria opções na enquete…

Valendo!

Anúncios

6 Respostas para “André Luis na cabeça! E, agora, uma pergunta difícil…

  1. E da extensa relação, ainda faltaram nomes como Paulo César, Roberto Miranda, Gérson, Marinho Chagas, Dirceu, etc.

    Por nenhum clube do mundo passaram tantos craques quanto no BOTAFOGO.

    Nossa galeria de títulos era para ser bem maior.

  2. andré luis? não, obrigado!
    temos o émerson e o leandro para improvisar.

    deve ser assim que o ney pensa.
    incrível!

    eu votei nessa opção. eu prefiro o andré.
    3ª colocação para o yellow? meu deus!!!!

    abraço!

  3. há um tempo atrás eu vim aqui dizer que o dodô tinha sido, depois do túlio, o maior jogador que eu vi em atividade pelo fogão (tenho 21 anos). Mas deixar o caju de fora e colocar ele é sacanagem. Ou colocam os dois, ou só o caju…caso ele, entre meu voto tá decidido

  4. Bem lembrado, Ezaú – só o Botafogo tem uma relação desse quilate.

    Snoopy, como é que você consegue captar os pensamentos do Ney de forma tão cristalina, hein? Você deveria montar uma tenda para ler mentes… O Yellow ficou que nem está atualmente no Santos: a terceira opção!!

    João, pedido de leitor do FogoEterno aqui é ordem. O grande PC Caju já está incluído na lista, pode votar!

  5. Segundo o jornal lance, Andre Luiz pode reaparecer no Botafogo, junto com ele deve vir o lateral esquerdo Lucio que esta jogando no Hertha Berlin

  6. Ainda que talvez tardiamente, uma vez que só hoje pude voltar a acessar o blog, gostaria de lembrar que na seria uma injustiça colossal deixar de fora da extensa, como nenhuma outra, lista de ídolos imortais do Glorioso o maior artilheiro da centenária e inigualável história do clube: Quarentinha. O artilheiro que não sorria, pois dizia que fazer gols era sua obrigação, pensamento de um verdadeiro profissional em um tempo de amadorismo no futebol, teve a memória resgatada em um livro recentemente publicado (apenas tomei conhecimento da notícia, mas ainda não tive oportunidade de ler e tampouco me deparei com ele numa livraria). Nascido para balançar as redes, Quarentinha fez mais de 300 gols pelo Botafogo. Acho que valeria incluí-lo na enquete, muito embora, assim como Nilton Santos, Garrincha, Didi e tantos outros iluminados dos gramados que honraram nossa amada camisa, infelizmente eu não o tenha visto em ação. Apesar disso, é também por figuras que de repente são resgatadas e “apresentadas” à geração contemporânea de apaixonados alvinegros, como é o caso de Quarentinha, que nosso amor pelo Botafogo é renovado e nos certificamos de que torcemos por um clube realmente transcedental. E isso nada tem a ver com viver do passado. Trata-se, isso sim, de conhecer e reconhecer personagens essenciais no processo de consolidação do Glorioso.
    Saudações alvinegras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s